Instituto Tecnológico de Aeronáutica entrega mais 91 novos engenheiros para o País

Solenidades militar e civil foram marcadas por premiações aos formandos

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), sediado em São José dos Campos (SP), formou no sábado (19) 91 engenheiros nas especialidades Aeronáutica, Eletrônica, Mecânica-Aeronáutica, Civil-Aeronáutica, de Computação e Aeroespacial. Entre esses, 21 foram incorporados à Força Aérea Brasileira (FAB) no posto de primeiro-tenente.

INSTITUTO 3

Um dos formandos, o cearense Tenente Marcelo Silveira Pereira, vai trabalhar no Instituto de Estudos Avançados (IEAV) e espera devolver para a sociedade os ensinamentos do ITA. “Eu estou muito feliz. Ainda não caiu a ficha”, ressaltou. Já a avó do novo engenheiro, senhora Maria Neide Godin, consegue expressar o orgulho. “Ele sempre nos deu felicidade. É muito estudioso. Fiquei muito feliz de ter podido entregar a espada a ele”, declarou.

O paulista Felipe Rodrigo, de 22 anos, destaca que ter cursado ITA é a realização de um sonho. “Agora eu vou realizar mais um sonho que é trabalhar na Embraer. Esse sempre foi um dos meus objetivos. E vou poder participar de projetos que vão auxiliar no crescimento tecnológico do País. O que também é uma responsabilidade”, destacou.

Essa responsabilidade foi destacada pelo paraninfo da turma, o ex-aluno do ITA, Professor Doutor Sílvio Meira. De acordo com o professor, os formandos devem promover os princípios e aplicações da engenharia na sociedade. “Nós precisamos pensar como, onde, quando e com quem podemos mudar o mundo”, destacou durante discurso.

INSTITUTO 2

O Ministro da Defesa Aldo Rebelo presidiu a formatura e ressaltou qual é o papel que o ITA possui. ”Aqui no instituto há a possibilidade de oferecer soluções criativas no domínio da técnica para suprir as nossas necessidades”, ressaltou o ministro, que também lembrou a importância do instituto para a indústria do País. “O ITA ajudou a criar a única indústria superavitária do Brasil, a indústria aeronáutica”, afirmou.

Já o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, lembrou que o ITA forma os melhores engenheiros do Brasil. “Os formandos podem ajudar muito o País a crescer”, destacou.

Honraria

A solenidade foi marcada pela entrega de premiações aos alunosque conquistaram feitos difíceis durante a graduação, que é considerada uma das mais exigentes do País. O ITA concede três tipos de honrarias definidas de acordo com as notas dos últimos três anos de curso. São elas: Cum laude, Magna cum Laude e Summa cum Laude, na ordem crescente de importância.

INSTITUTO 1

Na turma de 2015, três alunos foram agraciados com a Magna cum laude – concedida a apenas 38 formandos nos 65 anos de história do ITA; e dois alunos receberam a Summa cum Laude, honraria máxima do Instituto, obtida por apenas 27 formandos na história do ITA.

O Tenente Engenheiro Bernardo Morcardini, primeiro colocado da turma, foi um dos agraciados que recebeu a honraria máxima. Isso significa dizer que ele ficou com a média geral acima de 9,5 na escala de 0 a 10. De acordo com o Tenente Bernardo, novo Oficial do Instituto de Estudos Avançados (IEAV), as conquistas vieram com muita dedicação. “Tudo foi conquistado com muito trabalho e muito estudo”, ressaltou.

Quem também ficou orgulhosa foi a senhora Maria Rita, mãe do Tenente Bernardo. Segundo ela, desde pequeno ele foi um menino esforçado. “Ele teve determinação e perseverança e sempre foi muito dedicado e determinado”, finalizou.

Conheça quais são os desafios e conquistas dos formandos do ITA:

(CECOMSAER/ FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>