Licitação para compra de produtos da agricultura familiar recebe 34 propostas

Licitação para compra de produtos da agricultura familiar recebe 34 propostas

Brasília, 04/11/2016 – A compra de produtos da agricultura familiar foi bastante concorrida. Hoje, o Ministério da Defesa recebeu 34 propostas de agricultores que disputam um total de R$ 16 milhões em legumes, verduras, hortaliças, laticínios e frutas que vão assegurar refeições em três restaurantes do MD, e mais unidades da Marinha, do Exército e da Aeronáutica na capital federal.

licitacao-1

A disputa se cristalizou após algumas semanas de espera. Hoje, produtores rurais e representantes de cooperativas puderam apresentar à Coordenação de Licitação e Contratos do Ministério da Defesa (COLIC) a documentação e as propostas para concorrer a Chamada Pública nº 1/2016.

No encontro, cada postulante entregou dois envelopes, o primeiro com os documentos de habilitação para o programa e o segundo com as propostas de venda, o que inclui valores dos produtos ofertados, custos operacionais, taxas, tributos e frete até a entrega no local indicado. Ao todo foram apresentadas 34 propostas.

Vencida esta etapa, se dará agora a análise dos documentos por uma comissão. A expectativa é de se conhecer o resultado no dia 14 de novembro às 15h na sala 241 do anexo do bloco “O” do MD. Os agricultores e cooperativas também receberão as informações por mensagem eletrônica na mesma ocasião em que houver a divulgação pública.

Dos critérios do processo seletivo estão menor preço naquela categoria de alimentos. Em caso de empate entre os concorrentes será avaliada a localidade onde se encontra o fornecedor, dando preferência àquele que estiver mais próximo do local da entrega. Se persistir o empate ocorrerá sorteio.

Representante da Cooperativa de Agricultores de Açafrão de Mara Rosa (GO),  Arlindo Simão Vaz disse que antigamente o mercado era mais difícil para os pequenos agricultores. Hoje, conforme avaliou, o governo vem dando muito apoio à agricultura familiar valorizado e ajudando com esses novos projetos.

“O edital é muito bom, nos deu a oportunidade para poder oferecer nossos produtos às Faças Armadas. Antes eram vendidos mais para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Com esse aumento da demanda, o produtor é incentivado a se manter no campo” disse Arlindo.

Participaram da reunião o coordenador de contratos e licitação do MD, coronel Paulo Henrique Lima Brito, o coordenador-geral de Distribuição e Aquisição de Alimentos do Ministério do Desenvolvimento Social, Gustavo Correa de Assis, e representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Governo do Distrito Federal (EMATER-DF).

Foto: 1º Ten Maurílio Kelly/EMCFA

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *