Marinha celebra Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo em Brasília-DF

“Nossos marinheiros e fuzileiros, heróis de sempre, continuam trabalhando diuturnamente para defender os interesses do nosso País”, destacou o Comandante da Marinha em Ordem do Dia

Foi realizada, na terça (11), a cerimônia alusiva ao 154º Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo – Data Magna da Marinha, no Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília. Na ocasião, foram agraciadas com a mais alta comenda da Marinha de Tamandaré, a Medalha da Ordem do Mérito Naval, personalidades e instituições civis e militares que prestaram relevantes serviços à Marinha do Brasil.

O Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, destacou o aspecto humano e decisivo para a vitória da Batalha Naval do Riachuelo. “Dentre diversos ensinamentos, demonstrou que marinheiros e fuzileiros capacitados, coesos e disciplinados estão aptos a superar os mais diversos desafios”.

O Suboficial Samuel Garcia Muniz, que serve na Secretaria-Geral da Marinha, agraciado na cerimônia, destacou a importância da condecoração. “Juntamente com minha família, me sinto muito honrado por estar recebendo essa homenagem da Marinha. É uma carreira que tem me proporcionado muitas conquistas e fico feliz por meus filhos estarem sempre acompanhando minha trajetória”.

Suboficial Muniz recebe a Medalha das mãos do Almirante de Esquadra Carlos Augusto (à esq.) e posa para foto ao lado da família.

A solenidade foi presidida pelo Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, que enfatizou, em Ordem do Dia, a importância dessa data para o Brasil. “As glórias militares do passado, sempre associadas à defesa da soberania nacional e integridade territorial, permitem uma melhor compreensão de quem realmente somos e nos oferece a convicção da nossa capacidade de superar desafios na busca de um futuro promissor”.

Comandante da Marinha recebe o Presidente Jair Bolsonaro.

Durante a cerimônia, foram içados os sinais de Barroso em homenagem aos heróis da Batalha e, em seguida, executados os toques da Vitória e de Comandante em Chefe, acompanhados da salva de 17 tiros.

(CCSM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>