Marinha do Brasil e Armada da Argentina incrementam os laços de amizade e cooperação na Operação Fraterno

Marinha do Brasil e Armada da Argentina incrementam os laços de amizade e cooperação na Operação Fraterno

Grupo-Tarefa da Operação durante o exercício de Manobras Táticas
Grupo-Tarefa da Operação durante o exercício de Manobras Táticas

Após cinco dias de comissão e diversos exercícios operativos, chega ao fim a Operação Fraterno XXXIII. Realizada de 22 a 26 de junho, na área marítima do Rio de Janeiro, a Operação foi coordenada pelo Comando da 1ª Divisão da Esquadra e contou com meios operativos da Esquadra Brasileira e da Armada da República da Argentina. As simulações de guerra realizadas incluíram exercícios antiaéreos, antissubmarino e de transferência de carga leve, o que permitiu uma maior integração entre as duas Marinhas e um aumento do nível de adestramento das unidades em operações combinadas.

Durante a Operação, o Grupo-Tarefa brasileiro foi composto pelas Fragatas “Liberal” (F43) e “Greenhalgh” (F46). Já o Grupo-Tarefa da Argentina foi composto pela Corveta “Espora” (P41) e o Navio de Tropas “Bahía San Blas” (B4). Participaram também as aeronaves “Super Lynx” (AH-11A), “Esquilo” (UH-13) e duas aeronaves AF-1A da Marinha do Brasil, além das aeronaves A-1 e P-3AM da Força Aérea Brasileira.

(CCSM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *