Marinha promove fórum “Rumos da Hidrovia: ações para o desenvolvimento sustentável do transporte no Rio Paraguai”

Marinha promove fórum “Rumos da Hidrovia: ações para o desenvolvimento sustentável do transporte no Rio Paraguai”

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), no dia 25 de novembro, promoveu em Corumbá (MS), o fórum “Rumos da Hidrovia: ações para o desenvolvimento sustentável do transporte no Rio Paraguai”.

Cerca de 400 participantes compareceram ao fórum “Rumos da Hidrovia”
Cerca de 400 participantes compareceram ao fórum “Rumos da Hidrovia”

Para o Comandante do Com6ºDN, Contra-Almirante Petronio Augusto Siqueira de Aguiar, o fórum teve extrema relevância para o Brasil, especialmente para a região centro-oeste, países vizinhos e, sobretudo para o povo pantaneiro. “Os debates foram claros e objetivos, em um ambiente profissional, proporcionando oportunidades de parcerias comerciais e desenvolvimento sustentável, econômicos, sociais e ambientais”.

A Diretora do Departamento da América do Sul, Eugênia Barthelmess, do Ministério das Relações Exteriores (MRE), ressaltou a iniciativa de reunir um seleto grupo de especialistas para discutir um tema importante. “Era possível notar que o evento seria bem sucedido pelo número de autoridades municipais, estaduais e federais presentes no fórum. Foi sábia a maneira de congregar, organizar e possibilitar o diálogo entre governo, federações e setor privado”.

Na sequência, ainda como parte do evento, aconteceu o lançamento do Projeto “Cabeceiras do Pantanal”, que tem como objetivo proteger as nascentes e áreas de preservação permanente da região do Planalto da Bacia do Alto Paraguai (BAP).

No dia 26 de novembro, representando o governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, o Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, falou da importância do fórum, já que a hidrovia do Rio Paraguai é fundamental para o desenvolvimento do Mercado Comum do Sul (MERCOSUL). O Secretário também defendeu a criação de mecanismos para explorar a capacidade de navegação do rio, como a criação de zonas especiais de exportação e importação. “O Rio Paraguai tem um grande potencial e pode ajudar no desenvolvimento do nosso Estado”, afirmou o Secretário.

No último dia, 27 de novembro, o evento prosseguiu com a palestra “Recursos Históricos e Contextualização da Hidrovia Paraguai-Paraná”, ministrada pelo engenheiro e professor Adilson Reis, Presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres (MT).

O fórum “Rumos da Hidrovia” possibilitou uma reflexão ampla dos diversos interesses atinentes ao transporte hidroviário no Rio Paraguai, incentivando o surgimento de novos entendimentos e iniciativas, permitindo que se possa vislumbrar um quadro prospectivo bem mais favorável que o atual.

(CCSM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *