Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/folhamilitaronline.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 792

MD e CNPq anunciam chamada pblica para pesquisas e estudos em Segurana e Defesa Nacional

O ministro da Defesa, Celso Amorim, e o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientfico e Tecnolgico (CNPq), Glaucius Oliva, anunciaram chamada pblica para o desenvolvimento de pesquisas e projetos em Segurana Internacional e Defesa Nacional. De acordo com Amorim, o edital fica pronto dentro de trs ou quatro semanas.

MD e CNPq anunciam chamada pUblica

Esta chamada, voltada exclusivamente para o campo das cincias humanas, constituir na primeira etapa do programa almirante lvaro Alberto. Os principais objetivos so a produo de anlises que possam ser teis para o processo decisrio das necessidades da defesa, explicou o ministro.

O presidente do CNPq comemorou a novidade. O salto para o futuro s possvel se integrarmos o conhecimento de forma estratgica. Pesquisas na rea de defesa so importantes para o avano do pas como um todo, afirmou.

Pela iniciativa, necessrio que um pesquisador-lder monte o projeto, que poder ser de pesquisa, publicaes, cursos, eventos, entre outros. Esse profissional precisa estar ligado a algum programa de ps-graduao, acompanhado pela Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior (Capes) do Ministrio da Educao.

Segundo o professor Antonio Jorge Ramalho da Rocha, diretor do Instituto Pandi Calgeras, a ideia que as investigaes cientficas contempladas pela chamada pblica sejam formadas por equipes interdisciplinares e interinstitucionais. As pesquisas podero se estender por at dois anos.

O Pandi Calgeras o rgo do Ministrio da Defesa que tem como misso promover o pensamento entre a sociedade civil e a academia e o estmulo produo de conhecimentos sobre o setor.

Encontro nacional

A novidade foi anunciada durante a abertura do VIII Encontro Nacional da Associao Brasileira de Estudos de Defesa (ABED), realizada na noite desta segunda-feira (8), em Braslia (DF). O evento vai at esta quarta-feira (10) e tem como tema principal A segurana e defesa no Atlntico Sul.

Na ocasio, o presidente da ABED, Manuel Domingos Neto, lembrou que so cada vez mais numerosas e melhores as anlises na rea. E mostrou aos presentes a primeira edio da revista da associao.

Atlntico Sul

Ficou a cargo do ministro da Defesa proferir a palestra que deu incio ao VIII Encontro. Na exposio, Celso Amorim ressaltou a cooperao do Brasil com os vizinhos dos dois lados do Atlntico Sul.

Sobre isso, destacou o apoio dado pelo pas, nos anos 90, Nambia na formao de sua Marinha. Tambm citou a recente vinda do ministro da Defesa de Angola ao Brasil, ocasio em que foi assinado memorando de entendimento.

Ainda disse que por meio do Atlntico Sul que passa 95% do comrcio brasileiro. Essa rea pode ser alvo de novas e velhas ameaas de todas as formas, ponderou. Nossas riquezas naturais tm relevncia no cenrio internacional. Por conta disso, acredita que desenvolver a capacidade de defesa uma responsabilidade.

Amorim explicou plateia, em sua maioria de jovens estudantes, que o projeto do novo submarino propulso nuclear da Marinha reforar a capacidade de a Fora Naval operar em toda a extenso do Atlntico Sul.

Por fim, afirmou que Exrcito e Aeronutica tambm atuam na proteo da costa martima do pas. Neste caso, a Fora Area Brasileira (FAB) realiza a vigilncia da rea de Salvador (BA), onde avies P-3 Orion sobrevoam.

No caso do Exrcito, destacou que tem sido atualizada a doutrina da instituio com foco na importncia estratgica do chamado Saliente Nordestino (expresso usada para abranger os estados do Rio Grande do Norte, Paraba, Pernambuco e Alagoas), no caso de um eventual conflito no Atlntico Sul.

Fotos: PH Freitas

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *