Mensagem do Comandante do Exército Brasileiro

Gostaria de dirigir-me aos estimados integrantes do Exército Brasileiro e da família verde-oliva. Já se passaram quatro meses, desde que começamos a realizar, diuturnamente, medidas de proteção à família verde-oliva e diversas ações de combate à COVID-19 em todo o território nacional. Como é do conhecimento de todos, trabalhamos em três vertentes: na do Sistema de Pessoal, na do Sistema de Educação e Cultura e na do Sistema Operacional de Preparo e Emprego.

Por meio da Operação Apolo, o Chefe do Departamento-Geral do Pessoal e sua equipe implementaram inúmeros procedimentos de enfrentamento do novo coronavírus, visando desacelerar a sua transmissão, evitar surtos e aumentar a força de trabalho dos incansáveis militares e civis de saúde, os nossos combatentes da linha de frente. Ampliamos as nossas capacidades de atendimento e de internação hospitalar, adquirimos equipamentos e aumentamos a nossa produção e compra de medicamentos.

O Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército aumentou significativamente a produção de cloroquina e de álcool gel e distribuímos para as nossas Organizações Militares de Saúde, colocando-os à disposição dos médicos e pacientes. Com orgulho, informo que essa pronta resposta já recuperou milhares de integrantes da nossa família verde-oliva. Infelizmente, nessa guerra contra o inimigo invisível, perdemos alguns militares da nossa Força e entes queridos. Nessa oportunidade, expressamos as nossas condolências às famílias enlutadas.

Mas o Exército Brasileiro tem que seguir adiante e, com fé em nossa missão, redobramos a nossa coragem e o compromisso de trabalharmos juntos para salvar vidas. Atento à situação vivenciada em cada Guarnição Militar do país, o DGP tem deslocado equipes de saúde de várias regiões para hospitais da Região Amazônica, com o objetivo de aumentar o atendimento de saúde à população local, em especial, aos grupos indígenas.

Em relação à área de ensino, o Departamento de Educação e Cultura do Exército adotou todas as medidas profi láticas para dar segurança à continuidade das atividades previstas, tais como a realização de testes junto aos alunos e cadetes e a adequação da rotina escolar, incluindo a adaptação de salas de aula, refeitórios e alojamentos. Sendo militares, esses estudantes também fazem parte do esforço da Força Terrestre no combate ao novo coronavírus.

Assim, o Exército Brasileiro não interrompeu as suas atividades nas escolas de formação, aperfeiçoamento e de altos estudos, tanto para oficiais como para praças. Quanto ao Sistema Colégio Militar do Brasil, em conformidade com as normas locais, mantivemos o ensino por meio do ambiente virtual de aprendizagem, mas já iniciamos o processo de retorno às aulas presenciais, começando pelo Colégio Militar de Manaus. Podemos mencionar, ainda, que, na área de ciência e tecnologia, cooperamos no monitoramento da COVID-19, por meio de sistemas de informações geográficas para uso na gestão da saúde.

Em que pesem todos esses novos desafios, permanecemos atentos à nossa missão de defesa da Pátria. Por meio do Comando de Operações Terrestres, intensificamos a capacitação de mais de 80 mil novos soldados de Caxias e adestramos nossas tropas para o emprego nas diversas situações. Dessa forma, mantemos a capacidade operativa da Força Terrestre, que nos permite atuar com presteza em centenas de operações, tais como a Operação Acolhida e a Operação PIPA, com destaque, também, para a Verde Brasil, coordenada pela Vice-Presidência da República e conduzida pelo Ministério da Defesa. Prosseguimos, também, com a nossa Engenharia, as obras de cooperação, ajudando a melhorar a infraestrutura do nosso país.

A fim de cooperar nas ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais e preservar a Amazônia Brasileira, nossas tropas estão atuando nos estados do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Pará e de Rondônia, em coordenação com diversas agências e órgãos de fiscalização e segurança pública, através da Operação Verde Brasil 2. Desde 11 de maio, a Força Terrestre está empregando, permanentemente, mais de dois mil militares em ações diretas no terreno, com seus meios terrestres, aéreos e fluviais, juntamente com a Marinha e a Força Aérea.

Até o momento, já foram apreendidos milhares de metros cúbicos de madeira, além de centenas de máquinas escavadeiras, caminhões, embarcações, motosserras e armamentos. Diversas prisões foram efetuadas e milhões em multas já foram aplicados. Como resultado do esforço do Governo Federal e das Forças Armadas, houve uma redução de cerca de 23% nos incêndios na Amazônia nos primeiros meses do ano em comparação com 2019. Só para compararmos, na Europa, houve um aumento de mais de 60% em relação ao mesmo período do ano passado.

É o Braço Forte – Mão Amiga na Defesa do Meio Ambiente!

No tocante ao emprego, no combate ao coronavírus, o Exército Brasileiro — sempre presente — está empregando tropas subordinadas dos seus oito Comandos Militares de Área, atuando de norte a sul e de leste a oeste, devidamente integrado ao esforço da Nação na Operação COVID-19, coordenada pelo Ministério da Defesa e, ombro a ombro, com as Forças irmãs.

Diariamente, em média, são empregados cerca de 34 mil militares das Forças Armadas, dos quais 28 mil do Exército Brasileiro. Nesse período, já realizamos mais de 45 mil ações em centenas de localidades, entre as quais destacam-se:

- controle da faixa de fronteira;

- apoio a órgãos de saúde e a campanhas de vacinação;

- campanhas de conscientização;

- ações de apoio logístico e produção de equipamentos de proteção individual;

- apoio à repatriação de brasileiros;

- montagem e segurança de instalações; e

- transporte e distribuição de cestas básicas, medicamentos e agasalhos.

Por todo o Brasil, em consonância com a nossa campanha anual “Ajudar está no nosso sangue”, até o momento, cerca de 22 mil militares realizaram esse belo ato humanitário e ajudaram hemocentros de todo o país a regular seus estoques. Com a experiência da nossa tropa especializada em Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear, desinfetamos diversos locais públicos de grande circulação, além de hospitais e unidades prisionais por todo o Brasil. Adicionalmente, capacitamos nosso pessoal e centenas de profissionais das mais diversas instituições nas técnicas de descontaminação.

Complementarmente, desde o início da operação, por meio do Hotsite no portal do Exército e de produtos audiovisuais específicos, ampliamos as informações de prevenção e de esclarecimento não só à família militar como também à população em geral.

É assim que o nosso Exército Brasileiro tem trabalhado pela nossa Nação!

Gostaria de terminar com uma mensagem de fé, coragem e otimismo. Fé na capacidade do nosso soldado, na sua vontade de cumprimento da missão, coragem para enfrentar esse desafio e suplantar os obstáculos, e otimismo, na certeza de que estamos ajudando a salvar inúmeras vidas de brasileiros.

Prossigamos na nossa missão!

Estamos e estaremos sempre juntos!

LUTAREMOS SEM TEMOR!

.: Versão em pdf para impressão                                                                            

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>