Militar da FAB conclui curso no Batalhão de Operações Especiais do RJ

Militar da FAB conclui curso no Batalhão de Operações Especiais do RJ

Foram mais de 340 horas de instrução. Dos 55 militares que iniciaram o treinamento apenas 24 conseguiram concluí-lo

O Cabo Daniel Edy Marques de Lima, 29 anos, da Força Aérea brasileira (FAB), foi um dos 24 militares a concluírem o 36º Curso de Ações Táticas (CAT), promovido pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais do Rio de Janeiro (BOPE).

CAES FAB

Durante cinco semanas, o militar, do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial do Rio de Janeiro (BINFAE- RJ), teve mais de 340 horas de instrução no curso considerado o mais completo e difícil do gênero em todo o País. Dos 55 combatentes que iniciaram o treinamento, apenas 24 conseguiram concluí-lo. “Em nenhum momento pensei em desistir. A parte que mais exigiu foi a física. No curso tive a chance de reciclar e aprimorar o que já havia treinado na FAB”, ressalta o Cabo Daniel.

Os militares participaram de instrução tática individual, operações em altura, socorros de urgência, combate corpo a corpo, técnicas especiais de tiro, táticas especiais, técnicas especiais de patrulha, entre outras. Para o militar, que já participou de grandes eventos, como Copa do Mundo 2014, Visita do Papa Francisco e Jogos Mundiais Militares, a conclusão do curso proporcionou um grande salto de qualidade operacional em sua carreira.

“Tivemos muitas instruções na parte tática. Acredito que esse conhecimento poderá ser disseminado e deve ser de grande valia para defender a sociedade em grandes eventos”, explica.

O CAT existe desde o ano de 1996. Por meio de instruções de alto padrão, busca colocar na vanguarda tecnológica e operacional, policiais militares que irão atuar nas mais difíceis e arriscadas missões no campo da segurança pública.

(CECOMSAER/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *