Militares atuam em desinfecção em grandes áreas urbanas no Brasil

Desde a ativação da Operação COVID-19 pelo Ministério da Defesa (MD), em 20 de março, os militares da Marinha do Brasil (MB), do Exército Brasileiro (EB) e da Força Aérea Brasileira (FAB) atuam em conjunto para atenuar os efeitos da pandemia sobre a população. Uma das áreas com maior número de ações por parte das Forças Armadas é na desinfecção e descontaminação de áreas públicas, nos centros urbanos de todo o Brasil. Nesta quinta-feira (23), o Comando Conjunto atuando em Pernambuco deu continuidade a uma grande atividade de desinfecção nas plataformas do sistema metroviário do Recife (PE).

esta imagem não possui descrição

Entre a última quarta-feira (22) e a próxima sexta-feira (24), todas as estações de metrô da cidade passarão pelo processo de desinfecção. O Cabo William Gouveia de Andrade, da MB, descreveu a atividade realizada:

“Nas áreas de grande circulação, como o metrô e suas estações, o BRT, entre outras, nós focamos na desinfecção de bancos, corrimãos, cabines de compras de bilhetes, portas, além de áreas de maior passagem de pessoas, que observamos no próprio local”, explicou.

esta imagem não possui descrição

O mesmo tipo de atividade foi realizado em Campo Grande (MS). O Comando Conjunto atuante na localidade realizou a descontaminação do Mercadão Municipal, do Pronto Atendimento da Santa Casa e da Feira Central. A ação foi realizada pelo Grupamento Operativo de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica composto por militares da MB e do EB.

“O intuito da ação é descontaminar áreas, realizando limpeza profunda, com o uso de substâncias que matam ou diminuem a ação viral, tentando minimizar a propagação da COVID-19 no estado”, ressaltou o Capitão Médico Maurício Leite de Souza Júnior, do Hospital de Aeronáutica de Recife, capacitado em Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (DBNQR).

esta imagem não possui descrição

Transporte

Entre quarta (22) e quinta-feira (23), duas aeronaves C-130 Hércules da FAB cumpriram missão pela Operação COVID-19. A primeira transportou uma ambulância entre o Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA). A outra decolou de Guarulhos (SP) transportando mais de 10 toneladas de material: 20 respiradores para Manaus (AM) e 72 mil unidades de Equipamentos de Proteção Individual para Macapá (AP).

esta imagem não possui descrição

Assistência

Na noite da quarta-feira (22), militares deram continuidade ao apoio a profissionais em atividade nas estradas brasileiras. Em operação conjunta do Ministério da Saúde, do EB, e do Governo do Rio Grande do Sul, foi iniciada uma campanha de vacinação contra a gripe direcionada a caminhoneiros, em unidades operacionais da Polícia Rodoviária Federal. A vacinação foi iniciada em São Borja (RS) e seguirá nos próximos dias em outros pontos do estado.

No mesmo estado, em Arroio Grande (RS), o 12º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em apoio à prefeitura, realizou a entrega de mais de 132 mil litros de água potável na zona rural, em auxílio à população mais vulnerável à COVID-19.
A Base Aérea de São Paulo deu início à distribuição de cestas básicas aos alunos do Programa Forças no Esporte (PROFESP) da organização militar, que beneficiará, ao todo, 250 famílias.

esta imagem não possui descrição

Confecção

No Rio de Janeiro, uma parceria entre o Comando Conjunto e o Serviço Social do Comércio (SESC-RJ) está proporcionando a produção de máscaras descartáveis. Com o material disponibilizado pelo SESC, militares da Brigada de Infantaria Paraquedista do EB atingiram a produção de 400 máscaras diárias. O efetivo empregado na atividade é originalmente responsável pela manutenção de paraquedas no Batalhão de Dobragem, Manutenção de Paraquedas e Suprimentos pelo Ar (DOMPSA). Além das máscaras, a Brigada também participou de campanha de arrecadação de alimentos.

Inspeção

A Capitania dos Portos de Alagoas intensificou as ações de inspeção naval no Complexo Lagunar do município de Marechal Deodoro (AL). Na ocasião, os militares orientaram os tripulantes das embarcações sobre medidas de prevenção à COVID-19.

Doação de sangue

No Rio de Janeiro, militares do 21º Grupo de Artilharia de Campanha compareceram ao Hospital Federal dos Servidores do Estado para doar sangue e aumentar os estoques dos bancos de sangue atingidos pelo baixo volume ocasionado pela pandemia da COVID-19. No Guarujá (SP), a 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea também deu sequência à campanha de doação voluntária. Em Manaus (AM), integrantes do efetivo do 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas, do Comando Militar da Amazônia e do Hospital Militar de Área de Manaus também realizaram a ação na Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas.

esta imagem não possui descrição

 Capacitação

A Marinha formou 117 militares no Estágio Preparatório de Serviço de Polícia para Militares Femininas. O estágio ocorreu em todos os Distritos Navais, capacitando os militares para atuação na Operação “Grande Muralha”, que visa ao enfrentamento da pandemia.

esta imagem não possui descrição

Já em Cachoeira do Sul (RS), militares do 3º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado receberam capacitação para atuar em ações de desinfecção em locais de grande circulação. O estágio foi ministrado pelo 5º Distrito Naval.

Na Bahia, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador (GptFNSa) ministrou um curso de capacitação para que agentes de segurança penitenciária possam fazer a desinfecção de instalações dos complexos prisionais da Bahia. A atividade qualificou cerca de trinta agentes em Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR).

Operação COVID-19

O MD ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia e recebeu o nome de Operação COVID-19.

As demandas recebidas pelo MD, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

Para conhecer mais sobre as ações, acesse o hotsite da Operação COVID-19.

Para acessar fotos da Operação COVID-19, visite o Flickr da Operação.

Por Tenente Felipe Bueno e Tenente Bianca Pereira

Fotos: Marinha, Exército e Força Aérea Brasileira

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>