Militares capacitam funcionários de órgãos públicos para descontaminação de prédios

Na manhã de quarta-feira (10), militares do Comando Conjunto Planalto capacitaram, no Distrito Federal, funcionários da Advocacia-Geral da União, da Imprensa Nacional e do Hospital Regional de Samambaia. Assim, os capacitados podem descontaminar de forma segura e formar novos multiplicadores das práticas preventivas no combate ao novo coronavírus.

Os militares higienizaram os prédios, aplicando solução à base de cloro em áreas de maior circulação de pessoas e superfícies comuns ao toque. Além disso, os funcionários desses locais foram capacitados e aprenderam o preparo da substância para a descontaminação, bem como a aplicação, além da correta utilização dos equipamentos de proteção individual, como trajes, luvas, máscara e calçados. O procedimento é importante para que todo processo seja feito de forma segura durante a limpeza diária do local.

Na Amazônia, o 8º Batalhão de Infantaria de Selva promove ações sociais em comunidades indígenas do Alto Solimões. Os militares percorreram mais de 300 km pelo Rio Solimões, levando suprimentos médicos fornecidos pelo Hospital de Guarnição de Tabatinga, Secretaria Municipal de Saúde, FUNAI, DSEI e FAMETRO, e prestando atendimento médico a seis comunidades indígenas do Alto Solimões, durante a Operação Piraíba 3. As comunidades de São Leopoldo, Prosperidade, Feijoal, Nova Jordânia, Nova Esperança e Belém do Solimões também foram beneficiadas com as ações.

Em coordenação com as lideranças indígenas das comunidades e os agentes de saúde, foram 124 atendimentos médicos, distribuídas 600 máscaras de tecido, 318 medicamentos, 210 Kits de higiene bucal, além da execução de 33 testes rápidos para o novo coronavírus.

Na Bahia, os militares do Comando Conjunto, descontaminaram alojamentos, oficina, prédio administrativo e Portaria 1 do Porto de Aratu. No Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba a desinfecção ocorreu no Centro de Operações da Justiça Eleitoral e na Junta Médica do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado (IPERN), na capital potiguar.

Foram empregados militares habilitados para a descontaminação de ambientes, material e pessoal, em Estágios de Capacitação ministrados pela Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do Comando do 3º Distrito Naval.

Em Belém, na capital paraense, o Comando Conjunto Norte, por meio do 2º Batalhão de Infantaria de Selva (2º BIS), o 8º Depósito de Suprimento (8º D Sup) e 15ª Companhia de Polícia do Exército (15ª Cia PE) desinfectaram Unidades dos Correios.

Seguindo diretrizes do Comando Conjunto Oeste, a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, Força Terrestre Componente Guaicurus, por intermédio do seu Esquadrão de Comando, higienizou áreas internas e externas da Escola Municipal Câmara Municipal Aurora Pedroso de Camargo, em Mato Grosso do Sul.

Em Vila Velha, no Estado do Espírito Santo, militares do 38° Batalhão de Infantaria desinfectaram a Prefeitura Municipal de Vila Velha, no Pronto Atendimento da Glória e no Centro Especializado para a População em Situação de Rua (Centro Pop) do bairro Divino Espirito Santo.

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

Por Tenente Vanessa Rosana, com informações dos Comandos Conjuntos.
Fotos: divulgação Forças Armadas

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>