Militares da Esquadrilha da Fumaça incentivam doação de sangue

Integrantes do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), que encantam com suas manobras a bordo do A-29 Super Tucano pelos céus do Brasil e do mundo, transformaram-se na Esquadrilha da Solidariedade. No último final de semana, os militares reforçaram o banco de sangue do Hemocentro da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP). Com os estoques comprometidos em virtude da pandemia da Covid-19, a unidade hospitalar é responsável por abastecer 110 hospitais na região, o correspondente a 33% de todo o Estado de São Paulo. Para homenagear o mês marcado pelas doações de sangue, a Esquadrilha da Fumaça ainda escreveu no céu da cidade de Pirassununga, também no interior paulista, o lema da campanha: Doe Sangue, Doe Vida!

Doação de Alimentos
Em uma ação continuada de esforço ao combate da pandemia, o 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50º BIS) apoiou a FUNAI, durante o mês de junho, em uma operação logística de transporte de 5 mil cestas básicas, distribuídas aos indígenas em condição de vulnerabilidade social em municípios maranhenses. Com o embarque na Companhia Nacional de Abastecimento de Imperatriz, no Maranhão, foram transportadas, inicialmente, 2,7 mil cestas para o município de Amarante e, posteriormente, 2,3 mil cestas para o município de Arame.

Conscientização
A Capitania Fluvial de Brasília realizou mais uma ação de conscientização e de prevenção ao novo coronavírus, desta vez em Caldas Novas, no Estado de Goiás. A atividade faz parte da Operação Covid-19 e tem sido realizada durante as inspeções navais pelos militares da Marinha, que prestam orientações sobre medidas de prevenção e de higiene, modos de transmissão e cuidados a serem tomados pela população no combate à Covid-19.

Higienização
Em São Luís, no Maranhão, o 24º Batalhão de Infantaria de Selva (24° BIS) realizou instrução de descontaminação biológica para agentes penitenciários e servidores da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP). A atividade teve como finalidade multiplicar o conhecimento para outras instituições parceiras, possibilitando maior flexibilidade e capacidade de apoio à população maranhense, particularmente nas ações de higienização e descontaminação de ambientes no combate à Covid-19.

Já o Comando de Fronteira Jauru 66º Batalhão de Infantaria Motorizado, integrante da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, por intermédio de equipes de desinfecção da Companhia de Operações Especiais/Suopes Jauru, descontaminou a Catedral de São Luiz de Cáceres, na cidade mato-grossense de Cárceres, seguindo as diretrizes da Força Terrestre Componente Jauru quanto ao controle da pandemia do novo coronavírus.

Combate à Dengue
A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou ações de combate à dengue em diversas áreas do Distrito Federal. A atividade, que mobilizou 34 militares, faz parte da Operação Covid-19, realizada pelo Comando Conjunto Planalto. Apenas nos três primeiros dias de atividade, foram visitadas cerca de 350 residências e encontrados mais de 30 focos do mosquito. De acordo com representante da FAB no Comando Conjunto Planalto, Major Aviador Rafael Avelino Viamonte, “a ideia é apoiar o Governo do Distrito Federal no combate à proliferação do Aedes Aegypti, com o propósito de diminuir os impactos negativos no sistema de saúde, permitindo, dessa forma, que os órgãos de saúde mantenham seus esforços prioritariamente para o tratamento dos infectados pelo novo coronavírus”.

Por Tenente Otavio, com informações dos Comandos Conjuntos.
Fotos: divulgação Forças Armadas

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>