Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/folhamilitaronline.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 792
Militares da FAB iniciam combate ao mosquito no Rio Grande do Norte – Folha Militar On-line
Militares da FAB iniciam combate ao mosquito no Rio Grande do Norte

Militares da FAB iniciam combate ao mosquito no Rio Grande do Norte

Expectativa dobrar nmero de domiclios vistoriados em Parnamirim

Sob chuva, iniciou na manh da quinta-feira (14) a fora-tarefa da Fora Area Brasileira para combater os focos de reproduo do mosquito Aedes Aegypti em Parnamirim (RN).At o final de janeiro,os 156 militares da Base Area de Natal ajudaro a cumprir ameta da Secretaria Municipal de Sade de realizar uma varredura em todos os bairros de Parnamirim (RN)para evitar que o surto de dengue e zika vrus aumente com as chuvas, que j comearam na regio.

COMBATE 1

Diariamente, 40 soldados e um sargento supervisor iro para as ruas, acompanhados dos agentes de endemias da prefeitura. Nesta quinta-feira, os militares foram divididos entre os bairros Parque Industrial e Centro para reforar a ao dos agentes nas visitas domiciliares. Com isso, pretende-se diminuir o tempo gasto em cada regio, possibilitando que todos os imveis da cidade sejam vistoriados a cada dois meses.

De acordo com a agente de endemias Rita de Ftima Dantas de Arajo, que atua em Parnamirim h 11 anos, a cidade teve um crescimento acelerado nos ltimos anos e o efetivo da Secretaria de Sade se tornou insuficiente para atender a todos os imveis. “Creio que esse apoio traz uma melhoria muito grande, porque alm de alcanar a meta e eliminar mais focos, tambm teremos menos dificuldade de entrar nos imveis e os moradores se sentiro mais seguros em deixar a gente entrar”, afirmou a agente, que passou a atuar com dois soldados da FAB como auxiliares.

COMBATE 2

De acordo com Rita, um agente vistoria, em mdia, vinte imveis por dia. Segundo ela, com a parceria com a FAB, a expectativa que esse nmero dobre. Nas visitas, os dois militares e o agente cobrem uma mesma rea, mas a vistoria aos imveis individual. “ muito legal ver como as pessoas esto gostando da nossa participao, nos deixam entrar na casa delas, procurar os depsitos de larva e escutam as orientaes que passamos”, conta o Soldado Rodolfo da Silva Mulato, de 19 anos, que est participando da campanha. Para ele, mais importante do que aplicar as tcnicas aprendidas para eliminao dos focos saber orientar as pessoas. “A gente v que o principal ajudar o morador a ter conscincia de como importante que ele cuide do terreno dele, do imvel dele, porque ele que est l todo dia. Depois que a gente elimina os depsitos, outros novos podem aparecer”, refora o militar da BANT.

Uma segunda fase da campanha ter incio em fevereiro e tem previso de durao de 60 dias.

(CECOMSAER/ FM)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *