Militares da Marinha atuaram na retirada de passageiros de navio de cruzeiro em Recife

Como parte da Operação Covid-19 do Ministério da Defesa, a Marinha atuou, no sábado (21), na retirada de passageiros de um navio de cruzeiro retido em Recife (PE), desde que um passageiro foi atestado com Covid-19. Militares especializados em Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (DBNQR) foram empregados na missão.

esta imagem não possui descrição

Dentro da Operação Covid-19, caberá também à Marinha estabelecer as ligações com os órgãos competentes para a coordenação das ações nos portos e terminais marítimos, de forma a contribuir com o controle de entrada de passageiros e tripulantes, incluindo informações sobre o trânsito de navios na costa brasileira e, especialmente, quanto à previsão de atracação de navios de cruzeiro.

O Exército, assim como as outras duas Forças Singulares, deverá empregar os seus meios do sistema de saúde e meios operativos. Já a Força Aérea deverá estabelecer ligações com os órgãos federais de coordenação das ações nos aeroportos e fornecer apoio aéreo quando solicitado.

As Forças Armadas apoiarão as triagens de pessoas com suspeitas de infecção para encaminhamento a hospitais. Laboratórios das Forças Armadas foram acionados para trabalhar na realização de exames e produção de insumos.

esta imagem não possui descrição

Além disso, poderão ser instalados hospitais de campanha, com especial cuidado. Há uma elevada demanda e limitada disponibilidade desses meios. Esses hospitais foram concebidos para emprego em operações militares e humanitárias, possuindo, portanto, baixa capacidade de leitos, devendo ser adaptados às condições da presente pandemia.

O Ministério da Defesa criou na última sexta-feira (20) dez Comandos Conjuntos, distribuídos por todo o Brasil. Eles foram ativados para auxiliar os estados no combate ao novo Coronavírus. Foi estabelecido também um Centro de Operações Conjuntas (COC) no Ministério da Defesa para acompanhar a evolução da situação e coordenar o planejamento e emprego das Forças Armadas. O COC funciona de forma integrada com o Centro de Coordenação de Logística e Mobilização (CCLM).

Por Capitão-Tenente Fabrício Costa

Fotos: Marinha do Brasil

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>