Militares do Comando Militar do Planalto integram 9º contingente da Operação Acolhida

Militares do Comando Militar do Planalto integram 9º contingente da Operação Acolhida

Militares do Comando Militar do Planalto embarcaram, na sexta-feira (21), para Roraima, no norte do País. Eles se juntam à Força-Tarefa Logística Humanitária que acolhe refugiados venezuelanos em situação de vulnerabilidade social, na área de fronteira do estado. O grupo foi transportado pela Força Aérea Brasileira (FAB) e forma o 9º Contingente da Operação Acolhida.

MD_NOTICIAS_20200822_NOT01_F01.jpeg

Durante a formatura, o Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Rui Yutaka Matsuda, ressaltou a importância da missão, sendo uma oportunidade para os militares exercitarem e demonstrarem toda a capacidade adquirida durante o treinamento para a Operação. “Vamos cumprir mais uma vez esta missão, de forma integrada com o Comando Militar do Oeste (CMO), importante não só para o Exército, mas também para o Brasil. Tenho a certeza de que o Comando Militar do Planalto estará preparado e executará com sucesso, na linha de frente, as ações humanitárias desenvolvidas naquela região”, destacou.

MD_NOTICIAS_20200822_NOT01_F02.jpeg

Os militares, de diversas áreas de atuação, passaram por duas semanas intensivas de capacitação, para desempenharem suas tarefas, e foram submetidos a estágios onde assistiram a palestras de ambientação sobre a situação na fronteira com a Venezuela. Receberam, também, instruções de como acolher os imigrantes.

MD_NOTICIAS_20200822_NOT01_F00.jpeg

Mais de 200 militares que fazem parte do contingente vão embarcar ao longo da semana e devem passar cerca de cinco meses nos municípios de Boa Vista e de Pacaraima. A missão tem início em 31 de agosto e previsão de conclusão em 15 de janeiro de 2021.

Com informações do Comando Militar do Planalto
Fotos: divulgação do Comando Militar do Planalto

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *