Militares do Exército apoiam escoamento da safra de grãos por estrada no Pará

Cerca de 200 militares do Exército trabalham no apoio ao tráfego e à conservação de trecho não pavimentado da BR-163, no Estado do Pará, principal rota de escoamento de grãos no Brasil. A ação, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, faz parte da estratégia do governo federal para escoamento da Safra 2018/19.

Os principais pontos desse plano foram anunciados na manhã da quarta-feira (30), em reunião coordenada pelos ministérios da Defesa, da Infraestrutura, da Agricultura, da Justiça e Segurança Pública. O trabalho do desenvolvido pelo Exército ocorre por meio de parceria com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e outras agências.

Os militares que estão na BR-163 também oferecem suporte em eventualidades de saúde, oferta de água, alimentação e comunicação a caminhoneiros e demais usuários da rodovia. A ação tem custo de R$ 4 milhões. Esse recurso é repassado pelo Dnit.

Ministro Fernando Azevedo ressaltou cooperar com o desenvolvimento nacional está entre as missões constitucionais das Forças ArmadasMinistro Fernando Azevedo ressaltou cooperar com o desenvolvimento nacional está entre as missões constitucionais das Forças Armadas

Ao fim da reunião desta manhã, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, ressaltou a importância da integração entre os ministérios e o papel das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) no apoio ao escoamento da safra. Ele destacou que a atividade de “cooperar com o desenvolvimento nacional” está entre as missões constitucionais das Forças.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, explicou que a operação tem por finalidade evitar atoleiros e retenções e, por isso, a ação está concentrada em trechos não pavimentados. “Organizamos uma grande operação que vai fazer com que a gente evite a formação de filas e permita que o escoamento chegue aos portos do Arco Norte”, disse o ministro.

Segundo o diretor de Obras e Construção do Exército, general Paulo Roberto Viana, a ação, que teve início em dezembro de 2018, prossegue até o mês de maio, período que corresponde ao inverno amazônico.
“Vamos dar condições para os caminhões que estão transportando a safra de Mato Grosso para o Porto de Miritituba, no Pará”, afirmou o general Viana.

A PRF participa da ação com o apoio na área de segurança. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, informou que existe a “previsão de, pelo o menos, 60 homens da Polícia Rodoviária Federal” atuarem na orientação do trânsito. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, destacou que o estado do Mato Grosso é o maior produtor de grãos do país. Ela lembrou que a estimativa para a atual safra é de 287 milhões de toneladas.

Memória

Em março de 2017, o Exército auxiliou a população e os motoristas que trafegavam pela BR-163, atingidos por chuvas intensas, no trecho Itaituba e Novo Progresso, no Estado do Pará. Devido ao isolamento da rodovia, militares do 53º Batalhão de Infantaria de Selva ajudaram com o balizamento e a sinalização da estrada. O Exército e a Aeronáutica também transportaram e distribuíram 3 mil cestas básicas e 46 toneladas de água potável para caminhoneiros, motoristas e familiares sitiados naquela região.

Por Lane Barreto

Fotos: Tereza Sobreira

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>