Militares transportam 10 mil máscaras destinadas a comunidades indígenas

Militares transportam 10 mil máscaras destinadas a comunidades indígenas

Militares das Forças Armadas transportaram, para embarque no Aeroporto da Pampulha, localizado na capital mineira, 10 mil máscaras de proteção facial. A carga doada é destinada às comunidades indígenas de Rondonópolis, Mato Grosso. O apoio prestado pelas Forças Armadas no transporte do material atende à solicitação Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e faz parte das ações de enfrentamento ao novo coronavírus.

esta imagem não possui descrição

Já em Taubaté, São Paulo, 36 militares distribuíram kits de alimentação para mais de 3,2 mil famílias em situação de vulnerabilidade social de cinco localidades do município. No litoral paulista, em Guarujá, militares entregaram mais de 6,6 mil kits de alimentação a beneficiários do Programa Alimento Solidário, do governo estatual.

esta imagem não possui descrição

No Comando Conjunto Leste os militares abriram espaço para a solidariedade e, desde 25 de maio, realizam campanha de arrecadação de agasalhos e cobertores para doação no período de inverno que se aproxima. A campanha prossegue até 12 de junho. O ponto de coleta é no hall de entrada do Palácio Duque de Caxias, no centro do Rio de Janeiro. Em Curitiba, Paraná, militares também arrecadam alimentos, material de limpeza e agasalhos.

A doação também faz parte do dia a dia dos militares de Jaguarão, no Rio Grande do Sul. Militares do 12º Regimento de Cavalaria Mecanizado doaram sangue no Hemocentro de Pelotas. A iniciativa contribui com os esforços para manter os estoques de sangue na região. No Comando Conjunto de Rio Grande do Norte e Paraíba, a campanha ocorre em Campina Grande no Hemocentro Regional.

No Maranhão, o Centro de Hematologia e Hemoterapia e o Instituto de Hematologia e Hemoterapia recebem as doações de sangue dos militares. Além disso, em parceria com a Sociedade Amigos da Marinha do Maranhão, foram doados kits de alimentação para as organizações sem fins lucrativos que trabalham com crianças, adolescentes, jovens e adultos portadores de HIV/Aids.

No Comando Conjunto Leste, as Forças Armadas apoiam campanha de vacinação drive-trhu na Prainha, em Vilha Velha, Espírito Santo. No Rio de Janeiro, militares também apoiaram vacinação contra a gripe. O público alvo é composto por trabalhadores do setor de transportes e cargas, caminhoneiros e profissionais que atuam no Mercado São Sebastião. A ação imunizou mais de 500 pessoas na Penha. Em Eldorado do Sul, Rio Grande do Sul, o Comando Conjunto Sul e a Prefeitura local continuam vacinando caminhoneiros contra a gripe.

Desinfecção das instalações

Ainda na Região Sul, militares de Santiago, no Rio Grande de Sul, higienizaram da Sociedade Assistencial Santa Isabel que abriga mais de 70 idosos. No Comando Conjunto do Leste a desinfecção foi realizada no Hotel Solidário de Bonsucesso. A limpeza, de forma preventiva, foi realizada nos quartos, recepção e biblioteca. A unidade de saúde possui 21 profissionais e atende, em média, 50 adultos.

esta imagem não possui descrição

Em Abaetetuba e São Miguel do Guamá, no Pará, também foram realizadas descontaminações na Central de Triagem e no 28º Grupamento de Bombeiro Militar, respectivamente. Em São Luis, Maranhão, militares realizaram a desinfecção do Santuário de São José de Ribamar, padroeiro do estado. Já no centro do Rio de Janeiro, militares desinfectaram alguns terminais de passageiros do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) carioca.

Por Tenente Indira Efel, com informações dos Comandos Conjuntos.

Fotos: divulgação Forças Armadas

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *