Ministério da Defesa ampliará participação de atletas militares para Tóquio 2020

Ministério da Defesa ampliará participação de atletas militares para Tóquio 2020

O Ministério da Defesa (MD) já trabalha no novo ciclo olímpico, rumo à Tóquio 2020. Para isso, estabeleceu como meta ampliar ainda mais a contribuição dos atletas militares para que o Brasil se transforme efetivamente numa potência olímpica. A busca deste objetivo mereceu ênfase do ministro da Defesa, Raul Jungmann, na quinta-feira (23), na solenidade de imposição da Medalha Mérito Desportivo Militar, ocorrida na Ala 1 (conhecida Base Aérea de Brasília).

A cerimônia de entrega da medalha ocorreu no Salão das Pombas, na Ala 1, organização da FAB
A cerimônia de entrega da medalha ocorreu no Salão das Pombas, na Ala 1, organização da FAB

E há toda preparação para chegar ao Japão daqui a quatro anos. Conforme lembrou o ministro, neste ano, o Brasil realizará os campeonatos mundiais militares de vôlei de praia e de natação, bem como nas competições das Escolas Militares. Deste modo, os competidores têm progredido fortemente em termos técnicos e desportivos.

Os grandes êxitos alcançados, segundo Jungmann, são resultados das parcerias estabelecidas entre os Ministérios da Defesa e do Esporte, as Forças Armadas e diversas instituições e personalidades públicas e privadas. “É uma honra e um privilégio consignar a medalha mérito desportivo militar a tão distintas cidadãs e cidadãos, militares e civis. Essa merecida condecoração, que passarão a ostentar, é um símbolo perene da gratidão do Ministério da Defesa por suas marcantes contribuições”, ressaltou o ministro aos homenageados.

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, um dos agraciados com a medalha, lembrou tratar-se de “uma parceria que nós pretendemos aprofundar cada vez mais por meio dos equipamentos que temos em conjunto, a exemplo do Parque Olímpico de Deodoro, das demais instalações militares que participam da rede de treinamento”, disse Picciani.

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, foi um dos agraciados
O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, foi um dos agraciados

Os programas realizados pelo MD têm apresentado resultados que apontam para sua ampliação. Para tanto, a Parceria Público-Privada já é proposta pelo ministério, a ser desenvolvida por meio de apoios e convênios. “Esses programas, sobretudo de alto rendimento, têm significativo reconhecimento. Então, se associar a um programa de sucesso como esse, nós acreditamos que é do interesse do setor privado. Além de que, ele estará contribuindo para o sucesso do Brasil no mundo desportivo e também para formação do cidadão brasileiro”, explicou Jungmann.

A cerimônia e seus agraciados

A condecoração foi entregue a 104 personalidades, civis e militares, em cerimônia realizada na Ala 1 (denominada Base Aérea de Brasília, antes da Reestruturação da Força Aérea).

Militares das três Forças receberam a condecoração
Militares das três Forças receberam a condecoração

Criada pelo decreto 5.958, de 7 de novembro de 2006, a medalha Mérito Desportivo Militar é destinada a militares brasileiros que se destacaram em competições desportivas nacionais e internacionais, assim como militares e civis brasileiros ou estrangeiros que prestaram relevantes serviços ao desporto militar do Brasil.

Entre os agraciados, distribuídos pelo salão, autoridades militares das três Forças reforçaram a importância do desenvolvimento do desporto militar. “Recebo com muita honra a medalha porque é importante ter a atividade de esporte e a atividade militar absolutamente vinculadas”, disse o chefe de Assuntos Estratégicos do MD, o brigadeiro Alvani Adão da Silva.

O brigadeiro Alvani e o general Moura, ambos do MD, também foram agraciados na cerimônia
O brigadeiro Alvani e o general Moura, ambos do MD, também foram agraciados na cerimônia

“É muito importante ter esse reconhecimento, o jovem ver e os mais antigos poderem participar e ajudar nessa mentalidade do desporto, que cresce, não só para o desporto militar como também para o desporto nacional”, afirmou o chefe de Operações Conjuntas do MD, general Claudio Coscia Moura.

Ao final da cerimônia, o diretor do Desporto Militar do Ministério da Defesa, almirante Paulo Martino Zucccaro, falou sobre a ampliação dos programas do ministério. “A expectativa é ampliar a contribuição que nós já estamos dando ao desporto nacional, particularmente ao esforço olímpico. A aspiração brasileira de termos um país como uma potência olímpica é acalentada há muito tempo, e o que nós pretendemos é efetivamente aumentar ainda mais a nossa contribuição para que esse sonho se realize brevemente”, afirmou o almirante.

O diretor do Departamento de Desporto Militar, almirante Zuccaro esteve na cerimônia em Brasília como paraninfo
O diretor do Departamento de Desporto Militar, almirante Zuccaro esteve na cerimônia em Brasília como paraninfo

A entrega da condecoração contou com a presença do comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira; do comandante da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato; do chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, almirante Ademir Sobrinho; do secretário-geral do Ministério da Defesa, general Silva e Luna; e do chefe do Departamento de Engenharia e Construção do Exército, general Oswaldo de Jesus Ferreira.

No último dia 17, a medalha foi entregue, também em cerimônia, na cidade do Rio de Janeiro, com a presença de atletas militares como Felipe Wu, atleta militar medalha de prata nos Jogos Rio 2016.

Fotos: Sgt Manfrim/ASCOM MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *