Ministério da Defesa apoia comunidades distantes dos centros urbanos

Programas do Ministério da Defesa levam assistência e desenvolvimento para as comunidades distantes dos grandes centros do Brasil. Na terceira a última matéria da série, acompanhe algumas das ações executadas na Amazônia.

Desenvolvimento sustentável
O Programa Calha Norte leva desenvolvimento sustentável para a região ao longo da Calha dos rios Negro e Amazonas. Os recursos, provenientes de emendas parlamentares, são aplicados em melhorias na infraestrutura para as comunidades dos 442 municípios atendidos pelo Programa nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

O Diretor do Calha Norte, General Ubiratã Poty, detalha que com o apoio da iniciativa do Ministério da Defesa já foram construídas diversas benfeitorias, como escolas, creches e hospitais. As obras são acompanhadas por engenheiros das Forças Armadas. “O Calha Norte contribui para fixar o homem na região. A gente cria condições para isso com as obras que são feitas. Além disso, há o incentivo da geração de riqueza sem agredir a floresta. O Calha Norte faz com que as atividades econômicas cheguem às pessoas de forma sustentável, para que o povo possa usufruir sem destruir”, destaca o responsável pelo Programa.

Multiplicação do conhecimento
O Projeto Rondon é uma ação interministerial que contribui para o fortalecimento da consciência cidadã de jovens universitários e em benefício de municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Realizado em parceria com Instituições de Ensino Superior, o Programa seleciona projetos elaborados pelos universitários para serem aplicados nas comunidades, de acordo com os recursos locais existentes. Os rondonistas ministram oficinas das suas áreas de conhecimento para os moradores dos municípios atendidos em cada missão. O Norte do País está entre as regiões beneficiadas pela iniciativa.

O Gerente do Projeto, Coronel Roberto Dorneles, diz que o Rondon “capacita multiplicadores como líderes comunitários, participantes de cooperativas e agentes públicos locais, ou seja, pessoas que difundirão os conhecimentos e práticas recebidos à população, possibilitando a necessária sustentabilidade para o desenvolvimento local”.

Qualificação profissional
O Programa Soldado Cidadão qualifica profissionalmente os jovens que cumpriram o Serviço Militar. Presente não só na Amazônia, mas em todas as unidades da Federação, oferece cursos em diversas áreas: telecomunicações, eletricidade, automobilística, comércio e varejo, alimentício, construção civil, conservação e zeladoria, informática e ensino profissional marítimo.

As capacitações são selecionadas conforme demanda do mercado de trabalho regional e a preferência dos jovens participantes. Os cursos oferecidos por meio do Projeto Soldado profissionalizam os ex-recrutas e abrem portas para que eles ingressem no mercado de trabalho.

Por Mariana Alvarenga
Fotos: divulgação Forças Armadas

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>