Ministro da Defesa acompanha distribuição de kits de alimentos na capital potiguar

Ministro da Defesa acompanha distribuição de kits de alimentos na capital potiguar

Na terça feira (16), o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, esteve no Grupamento de Fuzileiros Navais, em Natal, Rio Grande do Norte. Azevedo acompanhou a distribuição de 85 kits de alimentos para as famílias das crianças, adolescentes e jovens atendidos pelo Programa Forças no Esporte (PROFESP).

A entrega foi realizada por militares do Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba, ativado em 20 março, no contexto da Operação COVID-19, do Ministério da Defesa. Esse Comando é composto por integrantes das três Forças: Marinha, Exército e Aeronáutica.

No Rio Grande do Norte, o PROFESP atende 1.496 jovens e crianças. Por meio do projeto, os beneficiados têm acesso a práticas esportivas e reforço escolar, entre outras atividades oferecidas em organizações militares no contraturno escolar. As crianças e jovens também recebem refeições e lanches diariamente.

Porém, as atividades foram suspensas em março, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus. “Infelizmente tivemos que suspender o Forças no Esporte. Aqueles lanches que os participantes faziam nas organizações militares não podem mais ser feitos, então, dentro das atuais circunstâncias, os kits que entregamos hoje buscam minimizar os efeitos disso. Estamos em uma verdadeira guerra, e devemos tomar todo o cuidado necessário”, esclareceu o Ministro aos pais dos alunos presentes.

Azevedo esteve ainda no 3° Distrito Naval, onde recebeu informações sobre o trabalho do Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba. Até o momento, os militares realizaram 97 desinfecções de locais públicos, capacitaram agentes públicos para desempenharem o trabalho de descontaminação, participaram de 36 campanhas de doação de sangue, arrecadaram e doaram 2.150 kits de alimentos, inspecionaram 146 embarcações e desenvolveram campanhas de conscientização para informar a população. As próximas ações visam a manutenção da capacidade operacional, sempre em apoio a solicitações de instituições federais, estaduais e municipais.

Na ocasião, o Ministro da Defesa externou aos militares do Comando seu orgulho pelo trabalho prestado. “Em todos os lugares que passo, tenho uma sensação muito boa ao saber tudo que está sendo realizado. É uma pandemia que vai ficar marcada no mundo inteiro, os livros de história vão contar isso e é motivo de orgulho ver a integração da Marinha, do Exército e da Força Aérea nesse combate”, finalizou.

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

 Divulgao-768x76.jpg

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

Por Mariana Alvarenga, enviada especial 
Fotos: Igor Soares

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *