Ministro da Defesa visita batalhão histórico da Amazônia

Ministro da Defesa visita batalhão histórico da Amazônia

Porto Velho, 30/04/16 – O Ministro da Defesa, Aldo Rebelo, visitou no sábado (30), em Porto Velho (RO), a 17ª Brigada de Infantaria de Selva, responsável por cerca de 40% da área do Comando Militar da Amazônia e que compreende Rondônia, Acre e sul do Amazonas. Ele destacou a importância de valorizar a presença das Forças Armadas na região da Amazônia e o seu duplo papel de construir e defender o País.

BATALHAO 1

“Constroem materialmente, com a ciência e tecnologia; socialmente, dando assistência a populações desassistidas, levando médicos e médicas das três Forças Armadas; e espiritualmente, com exemplo de seus líderes”. Segundo o ministro, “o Brasil tem na sua agenda de Defesa, não uma escolha, não uma opção de política pública, que pode ser substituída por qualquer outra. A agenda de Defesa de um País é uma agenda incontornável que se confunde com o seu próprio destino ou com a sua própria existência”.

O general Costa Neves, comandante da Brigada, apresentou os desafios e as atividades dos militares e ressaltou que um ambiente operacional diverso demanda preparo, operacionalidade e cooperação entre diversas instituições governamentais, em todas as esferas, para uma atuação ainda mais eficiente.

BATALHAO 2

Entre as questões levantadas por Costa Neves estão as das zonas de fronteiras, já que a brigada patrulha áreas limítrofes. Para otimizar a vigilância nessas áreas, a grande unidade será a próxima a operar o Sisfron, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras, cujo projeto piloto funciona em Dourados (MT).

Histórico

A 17ª Brigada de Infantaria de Selva tem como origem os Contingentes Especiais de Fronteira, instituídos em 1932. Esses contingentes reocuparam a área do Forte Príncipe da Beira e se instalaram em Guajará-Mirim e Porto Velho. Em virtude da reorganização do Exército Brasileiro, em 1969, foi criado, em Porto Velho, o Comando de Fronteira Acre/Rondônia. Em 1976, o CFAR transformou-se no 3º Grupamento de Fronteira, sob o comando de oficial general. Finalmente, em 1980, o 3º Grupamento de Fronteira foi transformado em 17ª Brigada de Infantaria de Selva.

BATALHAO 3

Memorial Rondon

Na tarde do sábado (30), o ministro conheceu o Memorial Marechal Rondon, que conserva fotos, livros, artefatos e vídeos que registram a epopeia do desbravador na ocupação e no desenvolvimento da região, que deu origem à capital rondoniense.

Fotos: PH Freitas/ MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *