Ministro do STM visita instalações da Operação Acolhida em Roraima

O Comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, General de Brigada Márcio Bessa Campos, e o Coordenador Adjunto da Força Tarefa Logística Humanitária para o estado de Roraima, Coronel Georges Feres Kanaan, receberam, na capital Boa Vista, a visita do Ministro do Superior Tribunal Militar, Péricles Aurélio Lima de Queiroz, na segunda quinzena de agosto.

Na oportunidade, o magistrado conheceu as instalações da Operação Acolhida, iniciativa do Governo Federal que realiza o trabalho de recepção, identificação e acolhimento a venezuelanos desassistidos que chegam ao Brasil pela fronteira com o estado de Roraima.

esta imagem não possui descrição

A Operação Acolhida é dirigida por um Comitê Federal de Assistência Emergencial. Cerca de 600 homens e mulheres da Marinha, do Exército e da Aeronáutica prestam apoio em áreas como transporte, saúde e administração. Integram ainda a ação órgãos federais, municipais e estaduais, organismos internacionais, como o Alto Comissariado das Nações Unidas, o Acnur, entre outras agências.

Durante visita às instalações da Operação, o Ministro Péricles esteve no posto de recepção e apoio, nos centros de triagem e no abrigo Rondon 3, local que recebe cerca de mil refugiados venezuelanos. Ele ressaltou a organização e a integração do trabalho dos militares das Forças Armadas com os civis de agências.

Foto - STM

 “Fiquei vivamente impressionado com a Operação de natureza humanitária executada em nosso país, sob a coordenação do Ministério da Defesa e Forças Armadas. Destaco a organização, o ambiente de paz e tranquilidade observado nos abrigos e centros de triagem, a prestação dos serviços de saúde, cidadania e interiorização dessas pessoas”, declarou o magistrado.

A interiorização consiste no processo de distribuição do contingente populacional de imigrantes venezuelanos para outros estados do Brasil. O procedimento ocorre com venezuelanos voluntários e com o apoio de aeronaves da Força Aérea.

Após conversar com militares, civis e refugiados, o Ministro do STM destacou a importância do trabalho de ajuda humanitária desenvolvido no Brasil.

“A Operação Acolhida revela o elevado marco civilizatório de nossas Forças Armadas e do nosso povo, e a maturidade jurídica de nosso Estado dando o mais fiel cumprimento ao Direito Internacional Humanitário”, acrescentou.

Por Lane Barreto

Fotos: Divulgação Operação Acolhida

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>