Ministro Jaques Wagner visita instalações do Programa de Desenvolvimento de Submarinos em Itaguaí (RJ)

Ministro Jaques Wagner visita instalações do Programa de Desenvolvimento de Submarinos em Itaguaí (RJ)

Itaguaí (RJ), 24/02/2015 – O ministro da Defesa, Jaques Wagner, e o comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, visitaram nesta terça-feira (24) o Estaleiro e Base Naval (EBN) de Itaguaí, 73 km ao sul do Rio de Janeiro. Em sua primeira vez no complexo industrial da Força Naval, Wagner conheceu de perto o andamento do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub). A iniciativa, desenvolvida em parceria com a França, possibilitará a construção do primeiro submarino de propulsão nuclear brasileiro, gerando empregos de alta qualificação e dotando o país de tecnologia de ponta.

Jaques Wagner, ao centro, conhece a maquete do Estaleiro e Base Naval de Itaguaí: "profundamente orgulhoso" com a evolução do projeto
Jaques Wagner, ao centro, conhece a maquete do Estaleiro e Base Naval de Itaguaí: “profundamente orgulhoso” com a evolução do projeto

Durante a visita, o coordenador-geral do Prosub, almirante Max Roffé Hirschfeld, atualizou o ministro Wagner sobre o andamento e as próximas etapas do projeto. O almirante explicou que, além de assegurar a soberania nacional e a proteção de nossas águas jurisdicionais, o Prosub estimulará a tecnologia nacional de forma determinante.

Jaques Wagner se disse “profundamente orgulhoso” com a evolução do projeto: “Como ministro da Defesa e como brasileiro, estar visitando essa instalação que aponta para o futuro do Brasil, seja no domínio da tecnologia de construção, seja naquilo que vai ser embarcado em um dos submarinos que é a propulsão nuclear, é para mim uma grande alegria”, destacou.

Wagner: “O que estamos aprendendo aqui com a parceria francesa irá transbordar para muitas indústrias civis"
Wagner: “O que estamos aprendendo aqui com a parceria francesa irá transbordar para muitas indústrias civis”

Para Wagner, a importância do Prosub transcende a área militar e a Marinha, tal como o preconizado pela Estratégia Nacional de Defesa. “O que estamos aprendendo aqui com a parceria francesa irá transbordar para muitas indústrias civis. Estamos com um índice de nacionalização bastante significativo, portanto são muitas empresas nacionais que estamos estimulando e até descobrindo, e é uma mão de obra que está se qualificando, da mais simples a mais especializada”, afirmou.

Transferência de Tecnologia

Segundo Hirschfeld, 243 brasileiros já estiveram na França participando do treinamento que viabilizará a transferência de tecnologia para o Brasil. Em função disso, os cinco submarinos previstos pelo Prosub – quatro convencionais e o de propulsão nuclear – serão todos projetados e montados em território nacional.

O almirante detalhou o funcionamento do contrato com os franceses e ressaltou os reflexos da empreitada no estímulo à indústria nacional. Segundo Hirschfeld, apenas na construção da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM) e do EBN, mais de 600 empresas nacionais estiveram envolvidas.

Na UFEM, o ministro conheceu a estrutura metálica do primeiro submarino convencional do Prosub, previsto para ser entregue em 2018
Na UFEM, o ministro conheceu a estrutura metálica do primeiro submarino convencional do Prosub, previsto para ser entregue em 2018

O ministro também conheceu algumas das unidades que compõem o empreendimento, como o galpão da Nuclep (A Nuclebrás Equipamentos Pesados S/A), unidade responsável pelo casco do submarino, e a oficina principal da UFEM, onde será feita a montagem de seções do submarino como anteparas, conveses, tanques, fixadores e peças de penetração no casco.

Na UFEM, o ministro da Defesa e o comandante da Marinha entraram na estrutura metálica já pronta do que será futuramente o primeiro submarino convencional do Prosub, previsto para ser entregue em 2018.

Integraram a comitiva do ministro Jaques Wagner o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), general José Carlos De Nardi, e a secretária-geral do Ministério da Defesa, Eva Chiavon.

Foto: Felipe Barra

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *