Ministro participa de encontro de Países de Língua Portuguesa em São Tomé e Príncipe

Brasília, 26/05/2015 – O ministro da Defesa, Jaques Wagner, participou na terça-feira (26/05) da 16ª reunião dos Ministros de Defesa da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), no país africano São Tomé e Príncipe.

Além do ministro da Defesa do Brasil, a reunião contou com a presença de oito ministros da Defesa dos países membros da CPLP: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

Os participantes debateram medidas no âmbito das políticas de defesa para os oito países que integram a CPLP. Além disso, foram analisadas ações no sentido de aprofundar as relações e as trocas de informações estratégicas.

Também foram tratados de temas como a aprovação de um protocolo de Cooperação da CPLP relativa à Defesa, e a realização de duas grandes atividades ligadas à área de Defesa: o Exercício Felino e a V Conferência das Marinhas, ambas previstas para ocorrerem em 2017.

Na ocasião, foi solicitado ainda que o Brasil compartilhasse sua experiência adquirida no combate a dengue para ser aproveitada durante o XVII Encontro da Saúde Militar, que acontecerá em outubro, em Luanda (Angola).

O ministro Jaques Wagner retorna na tarde da quarta-feira (27/05) ao Brasil.

Sobre a CPLP

A CPLP foi criada, oficialmente, em Lisboa (sede da comunidade), em 17 de julho de 1996, na primeira Conferência de Chefes de Estado e de Governo dos Países de Língua Portuguesa com, inicialmente, sete países membros: Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Trata-se de um foro para o aprofundamento das relações entre seus integrantes, que se beneficiam de laços históricos, étnicos e culturais comuns. Baseada no princípio da solidariedade, a Comunidade concentra suas ações em três objetivos gerais: a concertação político-diplomática entre seus membros; a cooperação econômica, social, cultural, jurídica, técnico-científica e de defesa; e a promoção e difusão da Língua Portuguesa.

As reuniões ministeriais setoriais são constituídas pelos ministros e secretários de Estado dos diferentes setores governamentais de todos os estados-membros. Compete às reuniões ministeriais coordenar as ações de concertação e cooperação nas seguintes áreas: Agricultura; Assuntos do Mar; Cultura; Defesa; Educação; Justiça; Juventude e Desporto; Meio Ambiente; Saúde; Trabalho e Assuntos Sociais; e Turismo.

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *