Ministro Wagner visita organizações militares da Força Aérea Brasileira em Natal

Ministro Wagner visita organizações militares da Força Aérea Brasileira em Natal

Natal (RN), 15/7/2015– Durante a manhã da quarta-feira (15), o ministro da Defesa, Jaques Wagner, conheceu algumas organizações militares da Aeronáutica, localizadas em Natal (RN). Na ocasião, passou pelo Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) e pela Base Aérea, além de ter visitado unidades sediadas da Força. A visita foi acompanhada pelo comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro-do-ar Nivaldo Luiz Rossato.

Ministro da Defesa visita o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) em Natal (RN).
Ministro da Defesa visita o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) em Natal (RN).

Logo nas primeiras horas do dia, Wagner percorreu a Barreira e assistiu palestra do diretor do CLBI, coronel Maurício Lima de Alcântara. O Centro é responsável por lançar e rastrear foguetes. É referência nas áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação e, até 2016, está certificado com o ISO 9001 de qualidade.

Na ocasião, o coronel Alcântara repassou ao ministro e comitiva dados referentes ao número de lançamentos realizados no local. De 1965 até 2015 foram 3003, sendo 2443 nacionais e 560 estrangeiros. Ao todo, 357 militares e 71 civis atuam no CLBI. “A gente encara a excelência como conceito-chave do nosso trabalho”, salientou o diretor.

A instituição já realizou o envio de foguetes do Sistema Astros, ademais de drones para testes de mísseis. “Em cooperação com a Universidade de Munique, na Alemanha, fizemos o lançamento de um foguete todo projetado e criado em ambiente universitário. Foi a Operação WARR-EX2”, disse Alcântara.

A Barreira possui importantes acordos e convênios. Desde 1977 tem parceria com a Agência Espacial Europeia (ESA). Também abriga profissionais do Projeto Tamar, de preservação de tartarugas marinhas. Além disso, desenvolve o programa AEB Escola, em conjunto com a Agência Espacial Brasileira, onde são ministradas aulas sobre astronomia e astronáutica para professores – cujos conhecimentos poderão ser disseminados.

O diretor do CLBI anunciou, ainda, a ideia de desenvolver um lançador hipersônico. Como a tecnologia utiliza-se de onda sônica, é alimentada por combustível e poderá atingir velocidades maiores.

Base Aérea

Na Base Aérea de Natal (BANT), Jaques Wagner participou de formatura. Em seu discurso, o comandante da BANT, tenente-coronel Antonio Santoro, destacou a criação de sua instituição em plena “Segunda Grande Guerra”, na data de 2 de março de 1942.

Ministro Wagner assiste encerramento do evento, com desfile da tropa em continência.
Ministro Wagner assiste encerramento do evento, com desfile da tropa em continência.

Após fazer breve relato histórico sobre a unidade militar, enfatizou que “decorridos 73 anos desde sua ativação, a Base Aérea de Natal consolidou-se no firme propósito de formar operacionalmente os aspirantes da Força Aérea, instruindo-os para o combate”. A formatura foi encerrada com desfile da tropa em continência ao ministro.

A BANT engloba seis grandes organizações ligadas à Aeronáutica e tem como missão prover apoio aos demais quartéis da região. O comandante da 1ª Força Aérea (FAE), brigadeiro Hudson Potiguara, contou que na FAE é ministrado programa de especialização operacional para pilotos e controladores de voo.

Atualmente, os aspirantes aviadores da Força passam um ano em Natal para aperfeiçoamento e habilitação em piloto de caça, transporte e patrulha, e helicópteros.

Depois de visitar todas as instalações e grupamentos da Base, Jaques Wagner voou em um A-29 Super Tucano. A aeronave é um turbo hélice usado para o monitoramento das fronteiras do país.

Foto: Tereza Sobreira

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *