Mulheres nas Forças Armadas é tema de evento organizado pela FGV CPDOC

As pesquisadoras Rosemeri Moreira e Thaís Melo são as convidadas do Laboratório de Estudos sobre Militares (LEM), da Escola de Ciência Sociais da Fundação Getulio Vargas,  para participar, dia 30 de outubro, do evento “Mulheres e Forças Armadas no Brasil”. A ideia do encontro, que é realizado em parceria com o Laboratório de Estudos de Segurança e Defesa (UFRJ DGEI),  é, por intermédio das palestras que serão apresentadas pelas duas pesquisadoras, contribuir para uma reflexão sobre as questões de gênero dentro das Forças Armadas no Brasil.

Na ocasião, a professora do Curso de Graduação em História da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro-PR), Rosemeri Moreira, falará sobre “Mulheres, militarismo e memória: a Organização Feminina Auxiliar de Guerra (1942-1945)”, em que abordará o trabalho exercido pelas OFAGs – (Organização Feminina Auxiliar de Guerra). Ela explica que estas organizações foram Corpos Femininos Auxiliares de Guerra, instituídos nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Santos, entre 1942-1945, e permanecem ausentes na pesquisa histórica.

“Essas mulheres fardadas e com status de militares prestaram um serviço inestimável ao atuarem, por exemplo, em postos de racionamento e nas instruções de defesa passiva à população, além de participarem de solenidades oficiais e desfiles militares. No entanto, ao final da guerra as OFAGs foram automaticamente extintas, impedindo que exercessem atividades em áreas até então a elas negadas, tais como as polícias e o próprio Exército”, esclarece.

Já a professora Thaís Melo abordará o tema “Mulheres em armas: representações, mitos e tensões no contexto da inserção feminina às Forças Armadas brasileiras”. Thaís, que é doutoranda em Antropologia Social (PPGAS/MN/UFRJ) e mestre em História, Política e Bens Culturais (CPDOC/FGV), abordará o contexto da integração das mulheres à carreira bélica no Brasil. “A ideia é discutir como é vista a inserção da mulher nas Forças Armadas e como o corpo feminino é relatado como um problema, por desafiar os ideais de eficácia militar. Buscarei mostrar como mitos e representações sobre o feminino se apresentam nesta dinâmica”, explica.

O encontro é gratuito e será realizado, das 14h às 16h, na sede da FGV (Praia de Botafogo, 190 – 3º andar – sala 307 – Botafogo).   Mais informações em https://cpdoc.fgv.br/ .

Serviço:

“Mulheres e Forças Armadas no Brasil”

Data: 30 de outubro de 2018

Horário: 14h às 16h

Local: Praia de Botafogo, 190 – Sala 307 – Botafogo

Informações e inscrições: https://cpdoc.fgv.br/

(Insight/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>