Navios da Marinha do Brasil seguem rumo à Antártica para a OPERANTAR XXXIII

Navios da Marinha do Brasil seguem rumo à Antártica para a OPERANTAR XXXIII

O Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”, e o Navio Polar “Almirante Maximiano”, suspenderam, em meio à emoção de familiares e amigos das tripulações, da Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ), localizada na Ilha de Mocanguê (RJ), nos dias 6 e 11 de outubro, respectivamente, com destino ao Continente Antártico, para realizar a XXXIII Operação Antártica (OPERANTAR).

Familiares se despedem dos militares que suspenderam no Navio “Ary Rongel”
Familiares se despedem dos militares que suspenderam no Navio “Ary Rongel”

Na ocasião, esteve presente o Contra-Almirante Newton Calvoso Pinto Homem, Subchefe do Comando de Operações Navais, representando o Diretor Geral de Navegação. O Almirante mencionou a importância da OPERANTAR para a nação brasileira e o orgulho de continuar ostentando a nossa bandeira no Continente gelado. Às tripulações, desejou bons ventos e mares tranquilos.

A missão dos Navios será dar apoio logístico aos Módulos Antárticos Emergenciais (MAE) da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) e às pesquisas de universidades brasileiras, realizando coletas de amostras de água e solo marinho, estudo das aves, pesquisas geológicas nas ilhas do arquipélago das Shetland do Sul e península antártica, além de observações meteorológicas e do comportamento das massas de água na região, que tanto influenciam o clima do planeta. As atividades científicas envolvem profissionais de diversas instituições de ensino e pesquisa do País, que utilizam os Navios como plataforma ou, por meio deles, estabelecem diversos acampamentos na região.

O regresso está previsto para o mês de abril de 2015, após diversas escalas nos portos de Rio Grande (RS), Buenos Aires e Ushuaia (Argentina), Punta Arenas (Chile) e Montevidéu (Uruguai).

(CCSM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *