Nota de Falecimento – Professor Engº. Pedro Carlos da Silva Telles

Nota de Falecimento – Professor Engº. Pedro Carlos da Silva Telles

A Academia de História Militar Terrestre do Brasil – AHIMTB/Rio  participa o falecimento do seu acadêmico emérito professor pedro Carlos da Silva Telles, empossado na cadeira 25 – Pedro Calmon, por elevação do 1°. ocupante professor Arno Wehling a acadêmico emérito,  11 de junho de 2008, na sede da a3p  na antiga  escola polytechnica, largo de são francisco de paula n°. 1, centro – rio de janeiro, em   sessão solene conjunta da a3p – associação dos antigos alunos da politécnica, tendo sido recebido em nome do colégio acadêmico pelo prof. Israel Blajberg.  Era associado da a3p, tendo sido homenageado pela associação com o título de engenheiro eminente em 2007.

academicos

Nascido em Petrópolis, o professor Silva Telles foi da turma de 47 da ene-ub, mantendo a tradição familiar iniciada por seu antepassado capitão de engenheiros Rufino José felizardo e costa, seu avô Augusto Carlos da Silva Telles, da terceira turma da polytechnica de 1877, e seus tios Francisco t. da Silva Telles e Mauricio Augusto da Silva Telles.

Publicou importantes obras, referências clássicas na historiografia da engenharia brasileira, como história da engenharia no brasil – séculos XVI a XIX e história da engenharia no brasil – século XX (prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do livro e premio Clio da Associação Paulistana de Historia)

Foram publicado pelo clube de engenharia com apoio da Petrobras e Light “History of Brazilian Railways” publicado na Inglaterra, História da Construção Naval no Brasil (2001) e Construção Naval no Brasil (2004)

telles

Durante décadas de trabalho profícuo serviu ao Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, Shell do brasil e por mais de 20 anos na Petrobrás. Foi consultor técnico do Instituto Brasileiro do Petróleo, professor da Escola Politécnica e do Instituto Militar de Engenharia.

Em sua obra podem ser recuperados detalhes preciosos ainda pouco conhecidos, como a criação do cpor na década de 20, quando seu  fundador e patrono cel Correia Lima contou com o apoio de professores da escola, como Dulcídio de Almeida Pereira, que no anfiteatro de física ajudou a fundar o cpor, quando também o apoiou Ignácio Azevedo do Amaral, que viria a ser reitor da universidade do brasil

Ao professor Telles, um apaixonado pela engenharia e pela historia do brasil muito devemos a perenização da saga da engenharia nacional, tanto contribuindo  para a história da engenharia no brasil, enriquecendo sobremaneira o acervo da historia da engenharia, trazendo a lume tantos fatos e personagens não-revelados ou superficialmente tratados pela historiografia brasileira. É um trabalho que reflete a seriedade, o empenho, a dedicação e, sobretudo, o amor de um homem à sua profissão.  Com sua obra, o professor Pedro Carlos da Silva Telles realizou um grande sonho que todos os cultores da memória da antiga polytechnica tem o privilégio de compartilhar.

ENE fachada

Ä dd família, e seus muitos colegas, alunos, amigos e admiradores, a AHIMTB/Rio apresenta sentidas condolências, e votos de que sua alma se incopore à corrente da vida eterna.

(Prof. Israel Blajberg/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *