Novos Cadetes da Academia da Força Aérea recebem seus espadins

Novos Cadetes da Academia da Força Aérea recebem seus espadins

A cerimônia militar alusiva à entrega de Espadins aos novos Cadetes da Aeronáutica aconteceu na sexta-feira (9), na Academia da Força Aérea (AFA), localizada em Pirassununga (SP). Ao todo, 205 novos Cadetes, da Turma Árion, que ingressaram na Força Aérea Brasileira (FAB) no início deste ano de 2021, receberam o símbolo que irão acompanhá-los ao longo dos quatro anos de formação.

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, foi recebido pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, e pelo Comandante da AFA, Brigadeiro do Ar Marcelo Gobett Cardoso. Participaram, ainda, o Vice-Presidente, Hamilton Mourão; o Ministro-Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira; o Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto; das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França; da Educação, Milton Ribeiro; da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes; Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onys Lorenzoni; Comandante da Marinha do Brasil, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos; Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Exército Laerte de Souza Santos; Ministros do Superior Tribunal Militar; membros do Alto-Comando do Exército Brasileiro e da Aeronáutica; Prefeito de Pirassununga, Milton Dimas Tadeu Urban; além de Comandantes, Chefes e Diretores de Organizações Militares, membros dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Em seu discurso aos novos Cadetes, o Ministro da Defesa destacou a importância do ato. “A partir de agora, ao portar o galardão que ora recebem, são confirmados com legitimidade, Cadetes da Aeronáutica, contando com o reconhecimento, o apoio e o respeito de seus irmãos de armas”, ressalta.

Para o Comandante da Aeronáutica, este é um momento especial, carregado de simbolismo e emoção. “Hoje uma nova etapa se inicia. A Força Aérea, que neste ano comemora seu octogésimo aniversário, conduz seus Cadetes para lidar com as mais novas tecnologias, preparando-os para os desafios da atualidade. Nos próximos anos, muitos degraus serão colocados em seus caminhos, o que exigirá de cada um resiliência, perseverança e espírito de renúncia suficiente para atingir os objetivos rumo ao oficialato”, garante o Oficial-General.

O espadim é uma espada em escala reduzida, com todas as suas características, e representa coragem, lealdade, honra, dever e Pátria. Ele significa, ainda, o símbolo do cadete e vai acompanhá-lo até a conclusão do curso, ao longo de quatro anos na Academia da Força Aérea.

Novos Cadetes da Turma Árion

A turma é comporta por 138 Cadetes Aviadores, 42 Intendentes, 22 de Infantaria, além de três Cadetes Aviadores de Nações Amigas: Senegal, Togo e Benin. O nome adotado pela turma, Árion, é uma referência ao descendente de deuses, visto como o mais veloz dos seres alados, tendo a capacidade de correr sobre as águas sem molhar-se e sobre vegetações sem curvá-las. Estava sempre em prontidão para travar batalhas e resguardar a vida de outrem, remetendo à robustez e nobreza da atuação terrestre da Infantaria da Aeronáutica. Planejava o modo com que atuariam em suas empreitadas, aumentando a eficiência e promovendo a permanência no combate, assim como os Intendentes. Com suas asas, Árion elevava-se aos céus projetando seu domínio com velocidade, precisão e flexibilidade, características do poder Aeroespacial, representando assim, não apenas a Aviação, mas a própria Força Aérea Brasileira.

O Cadete Aviador Artur Luiz Savino de Moura manifestou sua emoção. “Estar aqui, hoje, com o espadim em mãos, como finalmente Cadete da Aeronáutica, é uma sensação que me preenche por completo”, disse.

Para a Cadete Intendente Sabrina Santos de Leles Silveira, vários desafios já foram superados. “É emocionante e sem palavras para descrever. Esse ano foi muito difícil com a pandemia e vários obstáculos que o Esquadrão enfrentou e conseguimos superar”, ressalta.

E, para o Cadete de Infantaria Guilherme Sobroza Simões Reis, o dia é especial. “Hoje está sendo um sonho realizado, ao entrar na Academia da Força Aérea e receber o espadim que é o símbolo do Cadete”, finaliza.

Em razão das restrições sanitária pela pandemia do novo Coronavírus, a cerimônia contou a presença restrita dos familiares dos Cadetes e foi transmita ao vivo pela EBC. Ao final da cerimônia, as autoridades e os cadetes acompanharam uma apresentação da Esquadrilha da Fumaça.

Confira aqui a matéria em vídeo sobre a cerimônia.

Fotos: Sargento Johnson Barros / CECOMSAER

Vídeo: Soldado Victor Chagas / CECOMSAER

(CECOMSAER/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *