Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/folhamilitaronline.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 792

Oficiais sul-africanos conhecem sistema de sade militar brasileiro

Braslia, 26/02/2015- A chefe do Servio de Sade Militar da frica do Sul, major-general Khanyisele Tilly Ndaba, visitou nesta quinta-feira o Ministrio da Defesa (MD).

A major-general Ndaba espera que todas estas experincias aqui no Brasil possam ser teis na frica do Sul
A major-general Ndaba espera que todas estas experincias aqui no Brasil possam ser teis na frica do Sul

A major-general Ndaba est em visita ao Brasil conhecendo as instalaes hospitalares das Foras Armadas e, nesta manh, assistiu a palestras sobre o sistema militar brasileiro de cuidados de sade, a medicina operativa e assistencial da rea militar brasileira.

O objetivo das visitas a busca de conhecimento e pontos em comum no campo da sade militar, identificao de possveis oportunidades de intercmbio no preparo e no emprego da medicina operativa.

Representando o diretor do Departamento de Sade e Assistncia Social do MD, brigadeiro-mdico Jorge Rebello Ferreira, o gerente da Diviso de Sade, coronel Lucas Vilhena de Moraes, apresentou aspectos do emprego do servio de sade militar brasileiro.

O coronel Vilhena explicou visitante e sua comitiva que o servio de sade militar, alm de atender os contingentes das trs foras singulares, tambm est apto a prestar apoio defesa civil em situaes de calamidades pblicas e desastres naturais, alm das misses internacionais de paz.

Defesa Civil

Vilhena destacou alguns exemplos de emprego da medicina operativa como a instalao do hospital de campanha da Marinha do Brasil durante a Operao Serrana, em 2011, em socorro s vtimas das inundaes e deslizamentos na regio serrana do estado do Rio de Janeiro.

Outro exemplo apresentado pelo coronel Vilhena foi a Operao Dengue, em 2008, tambm no Rio de Janeiro, em apoio ao diagnstico e tratamento de pessoas infectadas durante uma epidemia da doena.

A ajuda ocorreu com a instalao de um hospital de campanha da Fora Area Brasileira, que realizou mais de 11 mil atendimentos. O fato despertou o interesse de diversos profissionais de sade do Brasil e do exterior pelo protocolo do manejo clnico e o resultado da experincia dos militares.

A major-general Ndaba ouviu ainda da tenente-coronel Fernanda Carvalho Peixoto, da Seo de Apoio Logstico, que o Ministrio da Defesa pretende futuramente implantar o Centro Conjunto de Medicina Operativa.

Esta unidade deve apoiar as Foras na integrao, treinamento, e protocolos, alm de contribuir em respostas a catstrofes e misses de paz. De acordo com a militar, o MD deve investir tambm em telemedicina.

Visitas

A comitiva sul-africana visitou esta semana diversas instalaes hospitalares militares na cidade do Rio de Janeiro. Na oportunidade, os membros da delegao e a chefe do Servio de Sade Militar da frica do Sul puderam conhecer o Hospital de Campanha do Exrcito, o Centro de Medicina Operativa da Marinha e o Instituto de Medicina Aeroespacial da Fora Area.

A major-general Ndaba ficou muito impressionada com as unidades e espera que todas estas experincias aqui no Brasil possam ser bastante teis na frica do Sul. A logstica aplicada na sade militar brasileira chamou a ateno da representante sul-africana.

Foto: Tereza Sobreira

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *