Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/folhamilitaronline.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 792

Operação Acolhida: mais de 12 mil imigrantes já foram interiorizados

O trabalho de interiorização realizado pela Força-tarefa Logística Humanitária para o Estado de Roraima – Operação Acolhida tem sido cada vez mais necessário. Desde que a operação se estabeleceu em Boa Vista, mais de 12 mil imigrantes já foram interiorizados, para atender a demanda do constante fluxo de refugiados oriundos da Venezuela.

A Operação Acolhida realiza o trabalho de recepção, identificação e acolhimento de venezuelanos que chegam ao Brasil pela fronteira com o estado de Roraima. As Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) prestam apoio à operação com ações em infraestrutura, transporte, saúde e administração.

esta imagem não possui descrição

O encaminhamento de imigrantes para outros estados é um dos principais focos da operação, que recebe, diariamente, uma média de 600 venezuelanos que cruzam a fronteira da Venezuela com o Brasil em busca de abrigo, residência temporária ou solicitação de refúgio. Grande parte dos esforços da operação tem sido canalizada para esse fim.

Diariamente, militares das Forças Armadas, em conjunto com agências da ONU e sociedade civil organizada, trabalham incessantemente na busca de oportunidades em outros estados brasileiros, onde esses imigrantes possam ter mais opções de trabalho, moradia, educação e saúde.

Em menos de uma semana, no período de 7 a 12 de junho, três processos de interiorização levaram 200 venezuelanos para outros estados brasileiros. Até hoje, os estados que mais receberam imigrantes venezuelanos foram o Amazonas, seguido de São Paulo e do Rio Grande do Sul. Ao todo, 24 estados de Norte a Sul do país participam da interiorização.

A interiorização é um processo voluntário, no qual todos os beneficiários são previamente registrados e recebem auxílio na obtenção da documentação necessária para a regularização no Brasil. A Operação Acolhida certifica-se de que cada indivíduo esteja devidamente vacinado e com seus exames de saúde atualizados, além de situação legalizada no Brasil.

Modalidades

A interiorização é dividida em quatro modalidades: vaga de emprego sinalizada: quando o imigrante é direcionado para uma vaga de emprego definida; institucional: quando é feita transferência de abrigos de Boa Vista para abrigos mantidos pelo poder público no interior do país; sociedade civil: ocorre quando, através de parcerias com as instituições civis, entre elas, jesuítas, mórmons e rotary, o imigrante é levado de um abrigo para outro abrigo em outro estado; e, por último, reunificação familiar: situação na qual o cidadão tem algum familiar que pode recebê-lo em sua cidade e integrá-lo na sociedade.

Com informações e foto da Operação Acolhida

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *