Operação Capixaba: 3 mil homens vão patrulhar municípios do Espírito Santo

Operação Capixaba: 3 mil homens vão patrulhar municípios do Espírito Santo

O comandante da Força-Tarefa da Operação Capixaba, general Adilson Katibe, anunciou nesta quinta-feira (09), durante coletiva de imprensa, que até o final de semana, o número total de militares deve chegar a 3 mil homens. A Força-Tarefa conta hoje com 1.783 homens, sendo 1 mil do Exército, 373 da Marinha, 110 da Força Aérea e 300 da Força Nacional de Segurança Pública. Ainda de acordo com o general Katibe, há uma maior percepção de segurança por parte da população. “A percepção da segurança é frequente, mas acontece de forma gradativa”, assegurou.

Capixaba 1

Na cidade do Porto, em Portugal, onde participou do I Diálogo da Indústria de Defesa Brasil – Portugal, o ministro Raul Jungmann avaliou que a situação no Espírito Santo volte à normalidade dentro dos próximos dias. Jungmann vem mantido conversas constantes com o comando da Operação Capixaba, o governador em exercício, Cesar Colnago, e o titular Paulo Hartung.

Para acompanhar as ações das tropas federais naquele estado, o ministro decidiu antecipar em 24 horas sua chegada ao Brasil. Com isso, na manhã desta sexta-feira  (10), o ministro desembarca em Brasília.

“Eu acredito que muito provavelmente estaremos entrando, de forma progressiva, à normalidade, senão nas próximas horas, pelo menos nos próximos dias”, disse Jungmann em entrevista a jornalistas portugueses.

O ministro contou que há disposição do presidente Michel Temer em ajudar o governo e a população do Espírito Santo.  “Estamos colocando à disposição do governo estadual tudo aquilo que for necessário para a normalidade se reestabeleça”, afirmou.

Mobilização federal

As tropas das Forças Armadas estão vindo do Rio de Janeiro, Juiz de Fora (MG), Brasília, Taubaté (SP), fora militares do próprio estado do Espírito Santo. Estão sendo empregados na operação três blindados da Marinha, e devem chegar mais quatro dentro das próximas horas. No total, 106 viaturas, além de helicópteros, são empregados pelas forças federais.

Os militares realizam patrulhamento a pé e motorizado em pontos de grande movimento, nas principais avenidas e ruas da capital e terminais rodoviários. Também são feitos pontos de bloqueio e controle em vias de acesso. Desde o início da Operação, na segunda-feira (06), houve uma redução no número de homicídios em Vitória, caindo para 10 mortes.

Capixaba 2

A ação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi autorizada por decreto do presidente Temer na segunda-feira (06). A partir desta autorização se iniciou a mobilização federal para o Espírito Santo. O ministro Jungmann esteve no mesmo dia em Vitória onde se reuniu com o governador Colgano, autoridades locais e políticos.

Fotos: Divulgação Operação Capixaba

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *