Presidente Michel Temer dá início à construção do RMB e aos testes de integração dos turbogeradores do LABGENE

Presidente Michel Temer dá início à construção do RMB e aos testes de integração dos turbogeradores do LABGENE

Foi realizada, no dia 8 de junho, no Centro Industrial Nuclear de Aramar (CINA), na cidade de Iperó-SP, a cerimônia de Lançamento da Pedra Fundamental do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB) e de início dos testes de integração dos turbogeradores do Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica (LABGENE). A solenidade contou com a presença do Presidente da República, Michel Temer, e de autoridades civis e militares.

O lançamento da Pedra Fundamental do RMB registra o alcance de uma conquista que tornará o Brasil autossuficiente na produção de radioisótopos – insumo fundamental para a fabricação de radiofármacos de grande importância para o tratamento de doenças cardiológicas, oncológicas, hematológicas e neurológicas.

O projeto do RMB ganhou fôlego a partir da retomada das atividades do Comitê de Desenvolvimento do Programa Nuclear Brasileiro (CDPNB), coordenado pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI/PR), que desde junho de 2017 tem atuado para alavancar o setor nuclear do nosso País.

O comitê conta com a participação de 11 ministérios e tem empenhado esforços para suprir as demandas do setor nuclear, inclusive com a elaboração da proposta da Política Nuclear Brasileira, que representa um anseio do setor há 60 anos. O GSI/PR, por meio do CDPNB, congrega os diversos atores do setor nuclear na busca por soluções que tragam desenvolvimento nacional e o bem-estar da sociedade brasileira

A mesma cerimônia marcou o início dos testes de integração dos turbogeradores do LABGENE, que permitirão a análise do comportamento do reator do futuro submarino com propulsão nuclear brasileiro, o Submarino Nuclear “Álvaro Alberto” (SN-10). O LABGENE, parte essencial do Programa Nuclear da Marinha, é um protótipo que reproduz, em terra, a planta do reator do SN-10 e também servirá de base para outros projetos de reatores nucleares de potência no Brasil.

(Da esq. para dir.) Presidente do IPEN; Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha; Ministro da Ciência, Tecnologia, Comunicações e Inovações; Ministro da Saúde; Presidente da República; Ministro da Defesa; Ministro do GSI-PR; Comandante da Marinha; Prefeito de Iperó e Presidente Substituta da CNEN

Na ocasião, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, relembrou o pioneirismo da Força no desenvolvimento da tecnologia nuclear e destacou que cerca de três mil empregos diretos já foram gerados em Organizações Militares da Marinha. “Estes dois empreendimentos representam desafios tecnológicos para o País e empregaram muito do conhecimento adquirido e desenvolvido, até aqui, por instituições que operam no setor nuclear”, afirmou.

O Presidente da República, Michel Temer, enfatizou a importância do evento: “Tais projetos elevam o patamar brasileiro em ciência e tecnologia, e promovem o desenvolvimento do Brasil. Vamos produzir material para o SUS a preços naturalmente mais baixos. Tornar as terapias mais acessíveis e levar esperança para quem está doente e precisa de ajuda”, explicou.

O Presidente Temer visita o LABGENE

A região de Iperó comportará dois reatores nucleares: o do Complexo do RMB e o do LABGENE. Esses empreendimentos farão com que o município se torne um vigoroso polo de desenvolvimento de tecnologia nuclear do País, promovendo a atração de novas empresas e indústrias, a geração de empregos para todos os níveis de formação e qualificação, e o incremento da atividade econômica regional.

 

(CCSM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *