Profesp vai integrar as políticas do Sistema Nacional da Juventude

Profesp vai integrar as políticas do Sistema Nacional da Juventude

Brasília, 16/03/2018 – O Programa Forças no Esporte (Profesp), apoiado pela Defesa e Forças Armadas, e em parceria com os Ministérios do Esporte (ME) e do Desenvolvimento Social (MDS), integrará o Sistema Nacional da Juventude (Sinajuve). O decreto que regulamenta o Sinajuve foi assinado ontem (15) pelo presidente da República Michel Temer e o secretário nacional da Juventude, Assis Filho.

O objetivo do Sinajuve é criar um modelo de governança no Brasil no que diz respeito a políticas públicas voltadas para a juventude. O decreto assinado prevê, dentre outras medidas, divulgação das iniciativas e a realização de Conferências da Juventude a cada quatro anos. Entre as ações do Sinajuve está a de ampliar o Profesp no Rio de Janeiro, sob intervenção federal na área de Segurança Pública.
O ministro da Defesa interino, Joaquim Silva e Luna, participou da cerimônia no Palácio do Planalto. Durante a cerimônia, também foi lançado o Programa Brasil Mais Jovem 2018, um pacote com 91 ações de 13 ministérios focado nos interesses e necessidades dos jovens brasileiros.

“Ao criar esse Sistema Nacional da Juventude, acabamos por assegurar uma abordagem verdadeiramente nacional para os nossos jovens. Ou seja, os órgãos da juventude não estão centrados apenas em um prédio aqui em Brasília, mas o sistema nacional importa que todo o Brasil se ocupe com a sua juventude. Por isso, a tarefa dos nossos líderes de divulgar isso intensamente”, disse o presidente Temer na cerimônia.

Em seu discurso, o secretário Nacional da Juventude, Assis Filho, disse que a Secretaria Nacional da Juventude (SNJ) disponibilizou cerca de R$ 6 milhões para a ampliação do Profesp. O investimento será destinado à melhoria de infraestrutura de cozinhas, equipamentos e adaptação de instalações esportivas em unidades militares envolvidas no Programa. O recurso ainda contemplará a aquisição de uniformes, material esportivo, contratação de professores e monitores e alimentação dos alunos. Essa ação da SNJ integra as ações emergenciais no Rio de Janeiro.

A expectativa é que o Profesp atenda 2,7 mil novos alunos da rede pública de ensino na capital fluminense. O projeto oferece, no contra turno escolar, em organizações militares das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), atividades culturais, esportivas e de reforço escolar. Atualmente, em todo o País, mais de 22 mil crianças e jovens são beneficiadas pelo Profesp.

Foto: Alan Santos/PR

(MDASCOM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *