Professores e coordenadores do Profesp participam de capacitação

Cerca de 180 colaboradores do Programa Segundo Tempo – Forças no Esporte (Profesp) participaram de capacitação pedagógica, em Brasília. O treinamento foi organizado pelos ministérios da Defesa e do Esporte, entre 23 e 25 de outubro, na Associação dos Subtenentes e Sargentos do Exército (Asseb).

Em todo o país, 23 mil crianças e jovens são atendidas pelo programaEm todo o país, 23 mil crianças e jovens são atendidas pelo programa

A capacitação foi estruturada para trabalhar o planejamento pedagógico de cada núcleo do programa e preparar coordenadores, professores e monitores no desenvolvimento de atividades esportivo-educacionais. Essas tarefas integram cronograma específico, alinhado com diretrizes do programa estabelecidas pelo Ministério do Esporte.

Abertura

O comandante de Guerra Eletrônica do Exército, general Carlos Alberto Dhamer, foi o responsável pelas boas-vindas aos professores, coordenadores e monitores do programa. “Espero que essa curta jornada sirva para que realmente possamos aprender um pouco mais e vermos e trazermos soluções que porventura a gente possa implementar aqui” destacou.

General Jorge Antonio SmicelatoGeneral Jorge Antonio Smicelato

Em seguida, o representante do Ministério do Esporte, professor Wesley José Pinto explicou que a proposta pedagógica do programa é composta basicamente de atividades esportivas de caráter educacional e que o objetivo é ampliar as ações. “Espero que possamos aumentar essa gama de participação, não somente das crianças, mas de todas as áreas”, disse.

Visivelmente emocionado com as proporções alcançadas pelo Profesp, o diretor de Departamento de Desporto Militar do Ministério da Defesa, general Jorge Antonio Smicelato ressaltou que “não tem uma vez que eu venha ver essas crianças que eu não me emocione. Porque aqui está o futuro do nosso país”, declarou. Ele ainda falou sobre a importância do apoio recebido dos ministérios do Esporte, do Desenvolvimento Social e da Secretaria Nacional de Juventude, e agradeceu aos parceiros.

Sobre tratativas de possíveis futuras parcerias, o general Smicelato antecipou o desejo de firmar parceria com o Ministério da Educação. Ele informou que participa de reuniões com representantes do órgão para debater a possibilidade.

Felipe Sousa, 9 anos, é estudante da região administrativa do Paranoá (DF)Felipe Sousa, 9 anos, é estudante da região administrativa do Paranoá (DF)

O protagonismo da abertura ficou por conta do pequeno Felipe Sousa, 9 anos, estudante da região administrativa do Paranoá (DF). Ele destacou a coragem dos integrantes do Profesp em desenvolverem a iniciativa e disse conhecer muitas pessoas que querem participar da iniciativa. “Gosto muito desse programa porque ele apoia, escuta e ajuda a todos”, elogiou.

Além de habilitar o planejamento pedagógico dos núcleos, a atividade visou orientar educadores na condução de práticas complementares e de reforço alimentar, essa última desenvolvida com o recurso repassado pelo Ministério do Desenvolvimento Social.

O evento envolveu extensa programação e participação de professores doutores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade Estadual de Maringá.

A programação do curso contou com palestras sobre temas como prestação de contas das organizações militares, atendimento a pessoas com deficiência, nutrição saudável, esporte de aventura ou lutas e Sistema “S”.

Encerramento

Professores, monitores, coordenadores e crianças integrantes do Profesp participaram da cerimônia de encerramento na quinta (25). A professora Elenice Alves dos Santos, da escola Caic Santa Paulina, localizado no Paranoá (DF), sintetizou a importância do programa. “Essas atividades que nós ofertamos é que vão tirar eles da rua”, reforçou sobre a iniciativa, que tem a missão de socializar crianças por meio do esporte.

O secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do MD, brigadeiro Ricardo Machado Vieira, destacou a importância do trabalho dos coordenadores e representantes dos núcleos. “Nós não temos dúvida que os senhores fazem acontecer nosso programa. São os senhores que estão na ponta da linha e são os responsáveis pelo sucesso desse programa”, agradeceu e finalizou o evento.

O programa

O Profesp é desenvolvido pelo Ministério da Defesa, com o apoio da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. O programa conta com parceria com os ministérios do Esporte e do Desenvolvimento Social e a Secretaria Nacional de Juventude.

A iniciativa contribui para redução da evasão escolar e melhoria dos resultados educacionais, além de promover valores de ética, disciplina e da cidadania. O Profesp está presente em 97 municípios de todas as unidades da Federação e envolve 158 organizações militares. No total são atendidas cerca de 23 mil crianças e jovens, de 6 a 18 anos, em situação de vulnerabilidade social.

O Profesp atende jovens de localidades afastadas, como em São Gabriel da Cachoeira (AM), município que faz fronteira com a Colômbia e a Venezuela, onde leva cidadania a crianças indígenas das etnias baré, baniwa e tukano. Também está presente no arquipélago de Fernando de Noronha.

Por Lane Barreto

Fotos Alexandre Manfrim e Keven Cobalchini

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>