Projeto Amazônia Conectada

Projeto Amazônia Conectada

Brasília (DF) – O Projeto Amazônia Conectada é uma ação proposta pelo Comando do Exército Brasileiro, em parceria com o Governo do Estado do Amazonas, por intermédio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI-AM), da Universidade do Amazonas, do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas, do Processamento de Dados do Amazonas S/A, além da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), da Telecomunicações Brasileiras S.A, das Centrais Elétricas Brasileiras, das Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A e da Padtec S.A.

PROJETO AMAZONIA 1

A parceria do Exército Brasileiro com o Governo do Estado do Amazonas nasceu com a necessidade de ampliar a Rede Estadual de Comunicação, coordenada pela SECTI-AM e pela Rede Metropolitana de Manaus, com investimentos da RNP.

O projeto visa a integrar, via fibra óptica subfluvial, o interior do Estado do Amazonas, melhorando a infraestrutura de Tecnologia da Informação, o que representa uma alternativa inovadora para as redes via satélites e capacidade de banda milhares de vezes maior.

Com o intuito de viabilizar o Projeto Amazônia Conectada, várias atividades vêm sendo desenvolvidas pelos órgãos parceiros, a fim de que o projeto esteja concluído em 2017, interligando 52 municípios por fibra óptica. Essas providências acarretarão a melhoria da qualidade de serviços oferecidos às populações dessas localidades, incluindo organizações militares e outros órgãos públicos.

PROJETO AMAZONIA 2

Com orçamento estimado em R$ 1 bilhão, o Projeto Amazônia Conectada deverá receber recursos do Ministério da Defesa, por intermédio do Exército Brasileiro, e de outros Ministérios, além da possibilidade de captar recursos de Pesquisa e Desenvolvimento da Superintendência da Zona Franca de Manaus e de outras fontes de investimentos.

(CCOMSEX/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *