Proteção integrada de civis em missões de paz

Rio de Janeiro (RJ) – O WorkshopInternacional de Proteção Integrada de Civis (Integrated Protection of Civilians – IPoC), promovido pelo Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), foi encerrado no dia 07 de julho. O evento, que aconteceu ao longo de cinco dias, na Escola Superior de Guerra (ESG), apresentou o trabalho de diversas agências das Nações Unidas (ONU) e de Organizações Não Governamentais (ONG) Internacionais, bem como as experiências de militares na atuação em ambientes instáveis.

PROTECAO 1

A programação incluiu a realização de dois estudos de casos, orientados por facilitadores de aprendizagem que já atuaram como observadores militares de missões de paz da ONU; por militares estrangeiros oriundos de Centros de Operações de Paz de Nações Amigas; por pesquisadores integrantes de Institutos de Relações Internacionais da Rede Brasileira de Pesquisa sobre Operações de Paz (REBRAPAZ); e por representantes das Organizações Internacionais participantes do evento.

Durante a atividade, o Comandante do CCOPAB defendeu a importância do diálogo e da troca de experiências entre militares, policiais e civis, o que possibilita uma melhor coordenação entre todos os componentes desse tipo de missão. Também foi ressaltado que o evento trouxe uma nova perspectiva para a formação do currículo do Curso de Proteção de Civis de 2018.

PROTECAO 2

Cerca de 50 pessoas participaram de palestras de integrantes de organismos da ONU, como  o Departamento de Operações de Manutenção da Paz da ONU (DPKO – sigla em inglês) e o Alto-Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) – sede Brasil; de antigos integrantes de Missões das Nações Unidas no Haiti (MINUSTAH), na República Democrática do Congo (MONUSCO) e no Sudão do Sul (UNMISSS); e com representantes de diversas organizações internacionais, como a Médicos Sem Fronteiras – Brasil, o World Food Programme, a International Organization for Migration e a OXFAM.

(CCOMSEX/ FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>