Representantes de setores da sociedade civil conhecem organizações da FAB

Autoridades e outras personalidades do RS e SP conheceram trabalho da Força Aérea

A Força Aérea Brasileira (FAB) promoveu, de 11 a 13 de abril, uma viagem institucional de autoridades e personalidades do município de Santa Maria (RS) – e região – e de integrantes da Sociedade dos Melhores Amigos da Aeronáutica (SOMAERO-SP) a organizações militares e empresas relacionadas à aviação.

O circuito de visitas foi planejado e coordenado pelo Gabinete do Comandante e pela Assessoria Parlamentar e de Relações Institucionais da Aeronáutica. A viagem teve como objetivo apresentar o trabalho da FAB a grupos que colaboram com a integração entre a Força e a sociedade civil.

Ala 4 – Em Santa Maria, a visita teve início no dia 11 com o embarque dos participantes daquela cidade com destino a São Paulo.

SRPV-SP – O Serviço de Proteção ao Voo de São Paulo recebeu a comitiva no dia 12, quando o comandante da organização militar, Coronel Aviador Anderson da Costa Turola, apresentou vídeos institucionais e explicou as atividades exercidas pela unidade responsável pela área de maior tráfego aéreo do Brasil.

Os participantes conheceram as instalações do Controle de Aproximação de São Paulo (APP-SP), o Centro de Informações Aeronáuticas (CAIS-SP) e a Torre de Controle do Aeroporto de Congonhas (TWR-SP). “Poder visitar e conhecer como trabalham, poder ter essa visão do todo do aeroporto foi muito bom”, disse Flávio Amary, presidente do Sindicato das Empresas de Imóveis de São Paulo (SECOVI-SP) e integrante da SOMAERO.

O prefeito da cidade de Santiago (RS), Tiago Lacerda, falou ainda sobre a importância do trabalho da FAB. “Conhecer a essência da missão da Força Aérea é algo muito gratificante, nós buscamos entender e reconhecer o trabalho maravilhoso que vocês fazem, não só por manter a soberania do espaço aéreo brasileiro, mas também por integrar a sociedade através do trabalho de vocês, é muito gratificante vir lá de Santa Maria e ser muito bem acolhido por vocês aqui”, ressaltou.

AFA - A visita da comitiva na Academia da Força Aérea (AFA) teve início com a Parada Diária do Corpo de Cadetes da Aeronáutica, um dos momentos que chamou a atenção do professor da Universidade Federal de Santa Maria, Flávio Cabreira Jobim. “Nós vimos aqui a importância da disciplina, a importância de dar o retorno para a pátria daquilo que recebemos. Precisamos retribuir para a comunidade aquilo que ela nos ofertou. Hoje vimos que a disciplina faz parte da formação”, comentou. “Está sendo um momento importante e significativo. Estamos vendo de perto a importância da Força, como se prepara, forma os seus futuros oficiais e como está inserida na comunidade. Este é um exemplo para nós que trabalhamos com ensino”, concluiu.

Para o vereador da cidade de São Paulo, José Police Neto, a visita foi importante para aproximação da sociedade e troca de experiências. “Aqui temos executivos, religiosos, parlamentares como eu que não só reconhecem a importância da FAB, como também querem capturar um pouco do conhecimento, da capacidade intelectual que a Força Aérea tem para levar para as nossas dinâmicas”, afirmou.

A comitiva ainda conheceu as instalações do 1º Esquadrão de Instrução Aérea, onde tiveram uma explicação sobre a rotina do cadete aviador, além de visitar as instalações da Esquadrilha da Fumaça.

Embraer – Ainda na quinta-feira (12), os visitantes estiveram na Embraer, unidade Gavião Peixoto (SP), responsável pela montagem de aeronaves militares. Foram recebidos pelo Assessor do Presidente e CEO na Embraer Defesa & Segurança, Sergio Aita, que apresentou um briefing institucional dos projetoes estratégicos em curso naquela empresa.

Após, a comitiva teve a oportunidade de conhecer a linha de montagem e um dos protótipos do KC-390 – maior avião militar de transporte fabricado no Brasil, evidenciando que o setor aeroespacial tem um papel relevante para o país. “Foi possível vermos como o Brasil funciona e vislumbrar o que uma empresa do porte da Embraer projeta para o futuro da sociedade”, afirmou o Diretor da SOMAERO, Paulo Augusto de Azevedo Antunes.

Avibrás – Na sexta-feira (13), a visita foi realizada na empresa Avibrás, localizada em Jacareí (SP). Há mais de 50 anos atuando no setor de engenharia, a empresa desenvolve e implementa soluções na produção de veículos especiais, principalmente para aplicação militar. Durante a visita foram apresentados aos visitantes a história da empresa, seus ramos de atuação e alguns de seus projetos, como o Veículo Aéreo Não Tripulado Falcão e o veículo lançador de foguetes ASTROS 2020.

A coordenadora do Projeto ASTROS 2020, Professora Doutora Lisandra Manzoni de Fontoura, da Universidade Federal de Santa Maria, considerou a visita à empresa uma oportunidade. “Tornou mais real o meu trabalho na Universidade. Não é possível imaginar que façamos uma especificação sozinha, sem ter conhecimento do produto final, sem ver onde essas viaturas são produzidas”, explicou a pesquisadora que trabalha no desenvolvimento de um sistema integrado de simulação para o ASTROS, em que o militar é treinado nas rotinas de reconhecimento, escolha e ocupação de posição.

DCTA - O Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira, recebeu a comitiva também na sexta-feira e apresentou a missão da organização e sua atuação na área de ciência, tecnologia e inovação. “O DCTA foi criado a partir da evolução histórica e da necessidade de desenvolvimento. Nós atuamos como indutores das relações entre empresas e o governo, visando à produção de conhecimento e inovação tecnológica”, pontuou.

Os visitantes conheceram ainda, o Centro de Competência em Manufatura (CCM), laboratório do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) que é especializado em todas as etapas do ciclo de vida de um produto. O CCM realiza pesquisas voltadas para o desenvolvimento da indústria, fomentando a inovação.

O Presidente da SOMAERO-SP, Reinaldo Papaiordanou, que já esteve no DCTA em outras oportunidades, destacou a velocidade com que as mudanças acontecem e a importância de evoluir. “O importante – e algo que observo no DCTA e em outras unidades da FAB – é que todos acompanham a ponta de desenvolvimento tecnológico. Hoje, vimos na prática tamanha evolução e qualidade do serviço desempenhado”. E acrescentou: “Esse é o Brasil que dá certo. Um país fortalecido em valores, que preza pela qualidade, e trabalha com dedicação e espírito patriota, esse é o caminho para um futuro melhor”.

(CECOMSAER/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>