Rio 2016: Forças Armadas conquistam quarta medalha para o Brasil

Rio 2016: Forças Armadas conquistam quarta medalha para o Brasil

Brasília, 12/08/2016 – Mesmo caindo diante do maior mito da história do judô, o terceiro sargento do Exército Rafael Silva alcançou a medalha de bronze na categoria acima de 100 kg. Do alto dos seus 2,03 metros, o judoca brasileiro, conhecido como Baby, deu ao Brasil a quarta medalha olímpica dos Jogos Rio 2016 e garantiu seu segundo pódio em Olimpíadas. Todas as conquistas foram mérito dos atletas militares do Programa de Alto Rendimento do Ministério da Defesa.

O judoca brasileiro, conhecido como Baby, deu ao Brasil a quarta medalha olímpica dos Jogos Rio 2016
O judoca brasileiro, conhecido como Baby, deu ao Brasil a quarta medalha olímpica dos Jogos Rio 2016

“Estou muito feliz, tive muita fé. Só tenho a agradecer a toda a minha equipe de trabalho, a todo mundo que acreditou no meu trabalho. Medalha em casa é muito bom. A torcida ajudou bastante, me empurrou, buscando cada shido, cada ponto. Em casa é outra coisa”, comemorou o militar.

O brasileiro iniciou sua campanha olímpica com duas vitórias por ippon. Na primeira luta, ele venceu Ramón Pileta, de Honduras, e, depois, passou pelo russo Renat Saidov, nas oitavas de final. Com um waza-ari, Rafael Silva, 29 anos, foi derrotado nas quartas de final pelo francês Teddy Riner, invicto há seis anos, atual campeão olímpico e detentor de oito títulos mundiais.

Com chance de pôr a medalha de bronze no peito, repetindo o resultado de Londres, em 2012, Baby foi para repescagem. No embate, enfrentou o uzbeque Abdullo Tangriev e venceu com um yuko.

“Estou muito feliz, tive muita fé. Só tenho a agradecer a toda a minha equipe de trabalho, a todo mundo que acreditou no meu trabalho. Medalha em casa é muito bom", comemorou o militar
“Estou muito feliz, tive muita fé. Só tenho a agradecer a toda a minha equipe de trabalho, a todo mundo que acreditou no meu trabalho. Medalha em casa é muito bom”, comemorou o militar

Competições

A conquista do bronze pelo sargento do Exército encerrou a participação dos judocas brasileiros nos Jogos Olímpicos Rio 2016. A delegação foi composta exclusivamente por militares, totalizando 14 atletas, sendo sete homens do Exército e sete da Marinha.

Modalidade que recebeu grande investimento durante todo o ciclo olímpico, o judô contribuiu com três medalhas para o Time Brasil: uma de ouro, conquistada pela sargento da Marinha Rafaela Silva e duas de bronze, sendo uma pela sargento da Marinha Mayra Aguiar e outra pelo sargento do Exército Rafael Silva.

A primeira medalha brasileira também foi obtida por um militar do Exército, o sargento Felipe Wu, na modalidade de tiro esportivo. O atleta conquistou a prata no dia 06 de agosto, na prova da pistola 10 m.

“Cerca de 30% dos atletas que integram o Time Brasil são militares. Por isso, essas quatro medalhas já conquistadas, contribuem para o resultado geral do País nas Olimpíadas e reforçam a importância da continuidade do Programa de Atletas de Alto Rendimento do Ministério da Defesa”, ressalta o ministro Raul Jungmann.

Foto: Saulo Cruz/Exemplus COB

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *