Secretário do Tesouro Nacional realiza palestra sobre cenário econômico na FAB

Evento faz parte do Projeto Ampliando Horizontes, que visa a ampliar o diálogo entre a FAB e a sociedade

Em mais uma edição do Projeto Ampliando Horizontes, a Força Aérea Brasileira (FAB) recebeu, nesta sexta (27), em Brasília (DF), o Secretário do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda, Mansueto Facundo de Almeida Junior. O economista palestrou para oficiais-generais do Alto-Comando e oficiais sobre o cenário econômico, oportunidades e tendências para os próximos anos. O Comandante-Geral do Pessoal, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, representou o Comandante da Força Aérea no evento.

O palestrante, especialista em contas públicas, apresentou um panorama analítico dos principais indicadores da conjuntura econômica no Brasil, a partir da análise das origens de alguns dos problemas econômicos enfrentados pelo país nos últimos anos. “Nós estamos saindo de uma crise muito forte. No ano passado, o Brasil cresceu 1%; no próximo ano, o mercado espera um crescimento em torno de 3%. Para um país que acabou de sair de uma recessão tão forte, esse não é um crescimento baixo”, disse.

Ele também falou sobre como a crise atingiu as organizações pela falta de planejamento. “O orçamento das Forças Armadas nos últimos cinco, seis anos não aumentou muito e mesmo assim se adequaram com um orçamento muito apertado, mas este planejamento não aconteceu em varias outras instituições públicas. É preciso ter um planejamento estratégico, um projeto. Muitas vezes são colocados propostas no papel que não são passiveis de realização”, alertou.

Secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Facundo de Almeida

Prevendo um futuro mais promissor, o palestrante falou que os maiores desafios estão no aumento do incentivo à ciência e tecnologia, à inovação e à educação. No entanto, ele alerta. “Não se enganem, pois, se fizermos escolhas erradas nos próximos oito anos, vamos comprometer o nosso crescimento nos próximos 30 anos. É uma situação muito séria e todos nós temos responsabilidade sobre isto”, disse.

Em termos de potencialidade, o economista disse que, em comparação a outros países emergentes, o Brasil tem apenas motivos para otimismo. “O Brasil hoje é credor em dólar. Todas as vezes que o dólar dispara, o setor público do Brasil fica mais rico. Temos reserva de quase 400 bilhões de dólares. Temos todas as condições de fazer as reformas necessárias e colocar este país na rota de crescimento sustentável”, afirmou.

Oficiais-Generais realizaram perguntas ao final da apresentação

Ao final da palestra, o economista respondeu os questionamentos dos oficiais-generais. O Tenente-Brigadeiro Bermudez agradeceu pela apresentação e presenteou Mansueto Facundo com uma maquete da aeronave 14-Bis.

O Projeto Ampliando Horizontes é uma iniciativa do Comando da FAB. O objetivo é promover a interação e o diálogo dos oficiais de mais alto nível de decisão da Força Aérea com profissionais liberais e do meio acadêmico, executivos e personalidades dos diversos setores da sociedade brasileira. A programação prevê a realização de encontros periódicos com a finalidade de proporcionar a exposição e o debate de temas atuais. Já palestraram no Projeto Ampliando Horizontes o Secretário Especial de Assuntos Estratégicos da Secretaria Geral da Presidência da República, Hussein Kalout, e o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, dentre outros.

Palestrante recebeu maquete da aeronave 14-Bis

Fotos: Sargento Johnson Barros/CECOMSAER

(CECOMSAER/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>