SOAMAR-RIO na Transmissão do Cargo de Comandante de Operações Navais

A comitiva da SOAMAR adentra o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, na Ilha das Cobras, os caminhos pontilhados por uniformes brancos. Era um dia de festa. Ao longe, uma silhueta portentosa. Ha pouco tempo o elegante navio era o HMS “Ocean”, da Royal Navy, até que em agosto de 2018 nossa Marinha o adquiriu, e o gigante com mais de 200m e 20 mil TDW tornou-se o Capitânea da Esquadra, sob a denominação Porta-Helicopteros Multiproposito PHM ATLANTICO – A 140,.

IMG-20190404-WA0124

Pode transportar 800 Fuzileiros Navais e 18 helicópteros, e operar simultaneamente até 7 aeronaves em seu convés de voo, utilizando qualquer dos tipos de helicópteros orgânicos dos Esquadrões da Marinha do Brasil, quais sejam: Seahawk (SH-16), Cougar (UH-15 A/B); Lynx (AH-11B), Esquilo (UH-12/13), Bell Jet Ranger III (IH-6B) e Super Puma (UH-14).

A distancia, as silhuetas da Fragata Independência, do submarino Tupi e do NaPaOc APA destacam-se contra o horizonte, enquanto no cais uma exposição estática dos Fuzileiros apresenta alguns dos modernos blindados que operam na Força de Fuzileiros da Esquadra.

20190404_110413

No amplo convôo, o AE Kuster pronuncia sua alocução, recordando os momentos felizes que viveu em sua brilhante carreira naval, seguindo-se as palavras do Comandante da Marinha. Logo em seguida é a vez do novo Comandante de Operações Navais, AE Puntel, enquanto aeronaves da Força Aéreo Naval executam vôos rasantes ao longo do costado do navio, após o que a Fragata Independência F 44, atracada ao largo, executa a salva de 17 tiros.

20190404_095720

A cerimonia no convôo transcorre com a pompa e circunstância que caracterizam as  transmissões de cargo, momentos de emoção vividos pelos ilustres e estimados Chefes Navais, com os quais a SOAMAR teve ocasião de manter contato próximo em diversas fainas.

Durante a cerimônia de passagem de função, pudemos avaliar a importância do cargo, o que nos deixou orgulhosos, felizes e entusiasmados com o potencial da Marinha do Brasil.

Reportando-se diretamente ao Comandante da Marinha em Brasilia, o Comandante de Operações Navais, sediado no Rio de Janeiro, tem sob sua jurisdição todas as unidades operacionais da Marinha: a Esquadra, incluindo as Força de Superfície, Submarinos e Aero-Naval, os Fuzileiros Navais, abrangendo a Força de Fuzileiros da Esquadra, Divisão Anfíbia e Tropa de Reforço, e ainda os 9 Distritos Navais em todo o Brasil e o Controle Naval do Tráfego Marítimo.

IMG-20190404-WA0114

Após a confraternização realizada no amplo espaço do hangar interior, deixamos o navio pela rampa de acesso, com otimismo. Otimismo por sermos partícipes de um importante momento da nossa Marinha. Momento de renovação, de aquisição de novos meios, de recuperação da capacidade operativa, de avanços tecnológicos significativos desenvolvidos por nós brasileiros.

( SOAMAR-RIO - Prof Israel Blajberg/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>