Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/folhamilitaronline.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 792

Treinamento Conjunto de Planejamento encerrou com integração entre militares das Forças Armadas

Na sexta-feira (26), ocorreu o encerramento do Treinamento Conjunto de Planejamento, no Centro de Instrução e Adestramento Almirante Áttila Monteiro Aché (CIAMA), em Niterói, no Rio de Janeiro.

O treinamento teve início na segunda-feira (22) e reuniu 18 militares – da Marinha, do Exército e da Aeronáutica – para desenvolver técnicas, táticas e procedimentos de atuação real. O grupo se debruçou na solução de um tema tático no contexto de um conflito simulado.

Ao término das atividades, o diretor do exercício, Comandante Naval de Operações Especiais, Contra-Almirante (FN) Cláudio Eduardo Silva Dias, parabenizou a iniciativa. “Temos que trabalhar juntos e integrados em prol do nosso País. É essencial que conheçamos as capacidades e as dificuldades de cada um, dentro de suas peculiaridades”, salientou.

WhatsApp Image 2021-11-26 at 18.31.33.jpeg

O coordenador do treinamento da Marinha ressaltou que o “evento contribuiu para evolução do processo de planejamento de uma Força Conjunta de Operações Especiais quando ativada”.

Durante a capacitação, os militares trocaram conhecimentos. “Trazer o emprego de cada Força, de forma singular para a atuação conjunta, é um desafio. As Forças estão se entendendo melhor para canalizar um planejamento único”, disse um operador especial do Exército.

O componente da Força Aérea destacou a convergência entre os militares. “Cada Força tem um tipo de planejamento de Operações Especiais, que se unem para o mesmo tipo de ação”, pontuou.

Participaram do Exercício integrantes do Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais (Batalhão Tonelero) e do Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC), da Marinha; do 1º Batalhão de Ações de Comandos (1º BAC), do 1º Batalhão de Forças Especiais (1° BFEsp), do Exército; e do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (EAS/PARA-SAR) da Força Aérea.

Devido ao sigilo em torno do treinamento, os nomes dos operadores especiais não são divulgados.

Por Mariana Alvarenga
Fotos: Antônio Oliveira

(MD ASCOM/FM

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *