Tropas do Exército realizam exercícios para atuação nos Jogos Olímpicos

Tropas do Exército realizam exercícios para atuação nos Jogos Olímpicos

Rio de Janeiro, 14/07/2016 – Nas últimas semanas militares do Exército realizaram atividades para atuação nos Jogos Olímpicos. O 1º Batalhão de Polícia do Exército (1º BPE) promoveu um apronto operacional com o objetivo de verificar o nível de aprestamento individual e coletivo da tropa. A intenção também era atender às demandas extraordinárias relativas à segurança dos Jogos Rio 2016.

tropas 1

O comandante do 1º BPE, coronel Isaias Martins Júnior, afirmou que a tropa de elite do batalhão está pronta para atuar, no âmbito de escolta a pé e motorizada,na segurança e proteção de autoridades, policiamento ostensivo e de trânsito, perícias e investigações criminais, além de operações com cães de faro e organização de controle de distúrbios, em apoio aos órgãos de segurança pública.

Já a Brigada de Infantaria Pára-quedista realizou a Operação Grená, atividade de desdobramento das quatro subunidades da Força de Contingência (FOCON) dos Comandos de Defesa Setorial (CDS): Barra, Maracanã, Copacabana e Deodoro. A operação foi executada dentro do contexto do ensaio do Coordenador Geral de Defesa de Área (CGDA).Na oportunidade, a Brigada executou ações de escolta, de comando e controle, deslocamento aeromóvel e terrestre de tropas para todos os quatro CDS.

tropas 2

O chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), Almirante Ademir Sobrinho, acompanhado do coordenador geral de Defesa de Área (CGDA), general Fernando Azevedo e Silva, e do chefe de Operações Conjuntas do EMCFA, General Gerson Menandro Garcia de Freitas visitaram as instalações do CDS Barra e do CDS Deodoro.

Almirante Ademir visitou os CDS Barra e Deodoro
Almirante Ademir visitou os CDS Barra e Deodoro

O CDS Barra está ocupado por militares da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), provenientes de Caçapava (SP). O CDS Deodoro é utilizado por militares da 1ª Divisão de Exército, localizada no Rio de Janeiro.

A comitiva verificou a preparação de oito mil militares vindos de diversas Unidades militares. “A expectativa é de que, a partir das próximas semanas, com a chegada dos atletas e das delegações dos mais de duzentos países envolvidos nesse grande evento, as Forças Armadas assumam o papel de atores coadjuvantes”, ressaltou o almirante Ademir Sobrinho.

O general Menandro observou a forma integrada de trabalho entre a Marinha, o Exército e a Força Aérea.Ainda como parte da visita, as autoridades militares estiveram no Complexo Olímpico da Barra, onde será realizada a maior parte das competições. Também estiveram no Centro de Operações Interagências, importante suporte para garantir ambiente seguro e pacífico aos atletas, turistas, espectadores e à população.

Ao final, a comitiva sobrevoou o Centro de Defesa Setorial Maracanã (CDS Maracanã), integrado por militares da 4ª Brigada de Infantaria Leve (Montanha), de Juiz de Fora (MG).

Fotos: CCOMSEX

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *