Unidade e militares da FAB são agraciados com Comenda da Marinha do Brasil

Imposição da Ordem do Mérito Naval foi realizada durante cerimônia alusiva aos 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo

Mais de 20 militares da Força Aérea Brasileira (FAB) foram agraciados com a Ordem do Mérito Naval em cerimônia alusiva ao 153o aniversário da Batalha Naval do Riachuelo. A solenidade, realizada nesta segunda-feira (11), em Brasília (DF), celebrou a Data Magna da Marinha do Brasil.

O Presidente da República, Michel Temer, presidiu a cerimônia, que contou também com as presenças do Ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, e dos Comandantes das Forças Armadas, incluindo o Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato.

“Aos militares e servidores civis da Marinha, o Brasil renova o seu reconhecimento, na certeza de que nossa Força naval estará sempre à altura da nobre missão de servir ao país. Àqueles que são agraciados com a Ordem do Mérito Naval, nosso agradecimento pela colaboração com a Marinha”, declarou o Presidente em suas palavras.

Autoridades civis e militares prestigiaram a cerimônia

Durante a solenidade, foram içados os sinais do Almirante Barroso em homenagem aos heróis da batalha e, em seguida, executados os toques da vitória, acompanhados da salva de 17 tiros.

A imposição da Ordem do Mérito Naval foi realizada a 442 personalidades civis e militares e 16 organizações das Forças Armadas – entre elas o Parque de Material Aeronáutico de São Paulo – além do Tribunal de Contas da União.

Estandarte do PAMA-SP foi condecorado

O vice-chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues, foi um dos agraciados no Grau Grande Oficial e falou da representatividade da condecoração. “É uma honra receber essa condecoração da Marinha, pois representa o trabalho conjunto das três Forças e nos deixa lisonjeados”, disse.

Medalha da Ordem do Mérito Naval
 - Criada pelo Decreto nº 24.659, de 11 de julho de 1934, destina-se a premiar os militares da Marinha que tenham se distinguido no exercício de sua profissão e, excepcionalmente, corporações e personalidades civis e militares, nacionais e estrangeiras, suas bandeiras ou estandartes, que tiverem prestado relevantes serviços à Marinha do Brasil.

Batalha Naval do Riachuelo - Aconteceu em 11 de junho de 1865, nas margens do Rio Riachuelo, um afluente do Rio Paraguai, na Argentina. Na época, o Paraguai, sem conexão com o mar, buscava o controle da Bacia do Prata, que representava a saída para o Oceano Atlântico. Na manhã daquele dia, a Força Naval Brasileira, sob o comando do Almirante Barroso, encontrava-se nas proximidades da cidade de Corrientes. Os brasileiros avistaram a esquadra paraguaia – com 14 embarcações – que descia o Rio Paraná. Na margem esquerda daquele rio, soldados e peças de artilharia inimigos aguardavam o momento do ataque. Seguiu-se um primeiro e rápido combate e, junto à foz do Riachuelo, em um trecho de difícil navegação, foi travada a batalha decisiva. O Almirante Barroso, com sua esquadra, conseguiu afundar quatro embarcações inimigas, dando fim à batalha e consagrando a vitória ao Brasil.

Solenidade alusiva aos 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo

Fotos: Cabo André Feitosa/CECOMSAER

(CECOMSAER/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>