Unidades do RJ apresentam planos de ações para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos

FAB atuará no receptivo, controle do tráfego aéreo, defesa aérea e segurança das instalações

O Terceiro Comando Aéreo Regional (III COMAR) reuniu na quinta-feira (30) os coordenadores das unidades subordinadas e jurisdicionadas das diversas áreas que atuarão durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Na reunião de coordenação foi apresentado o planejamento do que será realizado durante os Jogos e as atividades já executadas até o momento. Cabe à Força Aérea Brasileira (FAB) o receptivo de dignitários e autoridades, o controle do tráfego aéreo, a defesa aérea nas áreas de interesse e a segurança das instalações.

UNIDADES RJ 1

Obras para acessibilidade, melhoria do serviço de internet, ampliação de alojamentos, coordenação com órgãos federais e visitas de representantes de embaixadas e adidâncias fazem parte da rotina das Bases Aéreas, que receberão militares dos esquadrões de Aviação de Caça, Transporte, Patrulha e Reconhecimento para o cumprimento de diversas ações de Força Aérea nos Jogos Olímpicos 2016.

Os Batalhões de Infantaria Especiais apresentaram seus planejamentos de segurança e defesa, com ênfase às ações de contraincêndio, proteção patrimonial e controle de acesso às Organizações Militares envolvidas nos Jogos. Além da preparação das forças de contigência para atuarem nas áreas aeroportuárias de interesse no caso de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

A instalação dos equipamentos e sistemas de comando e controle (C2) nas Células de Operação Aéreas já está em fase final de testes e, a partir do dia 22 de julho, já estarão ativados os procedimentos que visam garantir o adequado fluxo de chegada dos voos durante o evento, conforme afirmaram os responsáveis do 1º Grupo de Comunicações e Controle (1ºGCC) e do Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA).

A representante do Instituto de Medicina Aeroespacial (IMAE) apresentou as principais atividades relativas ao apoio aéreo às vítimas atingidas por contaminação Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (QBRN), destacando que os protocolos sob responsabilidade da FAB já estão definidos.

O Grupamento de Apoio do Rio de Janeiro (GAP-RJ) e a Subdiretoria de Encargos Especiais (SDEE) estão empenhados nas atividades de suporte à Operação JO2016, sendo que o representante da SDEE destacou que a intendência operacional envidará todos os esforços para dar apoio às tropas em operação fora das Organizações Militares da FAB.

“Estou satisfeito com o que foi apresentado hoje, vi que temos poucos pontos a ajustar até o início de nossas atividades, no próximo dia quinze”, comentou o Coordenador do JO2016 do III COMAR, Coronel Aviador Paulo Costa.

(CECOMSAER/ FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>