Visita de Comandantes Militares de Área para atividades de reconhecimento e apoio às tropas

Boa Vista (RR) – No dia 5 de fevereiro, em visita à Base de Apoio da Força-Tarefa Humanitária para o Estado de Roraima – Operação Acolhida, o Comandante Militar do Oeste, General de Exército Lourival Carvalho Silva, o Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Sérgio da Costa Negraes e o Chefe do Centro de Coordenação de Operações, General de Brigada Carlos Henrique Teche, acompanhados dos seus assessores e chefes de células do 4º contingente, participaram de reuniões de ambientação sobre a operação. O objetivo da visita foi verificar em “loco” como estão às tropas a eles subordinadas que atualmente participam da Operação Acolhida, quais as suas necessidades e se há algo que os comandos tenham condições de executar para que a missão seja cumprida da melhor maneira possível.

Dando continuidade à visita, os generais conheceram o Posto de Triagem (PTRIG) de Boa Vista, com a participação das Agências Nacionais e Internacionais que trabalham junto às Forças Armadas (FA) para regularização dos imigrantes oriundos da Venezuela.

Em seguida, a comitiva visitou a Rodoviária de Boa Vista onde foi construída uma estrutura do Exército Brasileiro para dar apoio aos venezuelanos que não estão em abrigos temporários. Eles deixam seus pertences guardados durante o dia em local seguro e vigiado, e retiram à noite para dormir.

A visita continuou pelos abrigos Rondon I, II e III, na capital de Roraima. Os comandantes receberam informações sobre o acolhimento que está sendo realizado pelas agências da ONU que fazem a coordenação em parceria a FA. Esses abrigos são os que acolhem o maior número de venezuelanos. Juntos, possuem 2.356 vagas.

As atividades de reconhecimento continuaram no dia 6 na cidade de Pacaraima, fronteira do Brasil com a Venezuela. Os Postos de Informação e Recepção, assim como a sala de vacinação e pontos onde as agências parceiras atuam, foram os locais escolhidos como primeira parada da comitiva nessa região. Finalizando a visita, os comandantes conheceram o Abrigo Janokoida, responsável por abrigar cerca de 480 indígenas venezuelanos da etnia Warao.

(CCOMSEX/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>