Ministro de Estado da Defesa da Argentina e comitiva visitam o Complexo Naval de Itaguaí

Ministro de Estado da Defesa da Argentina e comitiva visitam o Complexo Naval de Itaguaí

Na consolidação de uma relação baseada na credibilidade e confiança mútuas, no dia 4 de abril, o Ministro de Estado da Defesa da Argentina, Oscar Raúl Aguad, acompanhado de comitiva, realizou uma visita institucional às instalações do Programa Nuclear da Marinha e o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), no Complexo Naval de Itaguaí-RJ.

O Brasil e a Argentina mantêm laços históricos de amizade e diversas parcerias estratégicas. No segmento Nuclear, os países firmaram um Acordo Quadripartite, que inclui a Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais Nucleares (ABACC) e a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), por meio do qual os dois Estados concordam em se submeter a um conjunto de regras padronizadas pela AIEA.

Em janeiro deste ano, a Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha criou uma Comissão Permanente de salvaguardas da Marinha, com o objetivo de propor à Comissão Nacional de Energia Nuclear, à ABACC e à AIEA modelos de salvaguardas a serem adotados para as instalações nucleares da Marinha ainda em projeto ou construção, entre eles o próprio Submarino Nacional com Propulsão Nuclear.

O Brasil tem o entendimento de adotar o máximo de transparência quanto à condução do Programa Nuclear Brasileiro, nele incluídos o PROSUB, e de dialogar com a ABACC e AIEA na qualidade de atores internacionais formalmente representativos.

A comitiva Argentina − composta pela Secretária de Estratégia e Assuntos Militares, Paola Iris Di Chiaro; pelo Oficial General do Exército Brasileiro às Ordens do Ministro de Estado da Defesa da Argentina, General de Divisão Canhaci; pelo Comandante de Adestramento e Alistamento da ARA, Contra-Almirante D´Angelo; pelo Cônsul-Geral da Argentina no Brasil, Claudio Gutierrez; e pelo Adido Naval no Brasil, Capitão de Navio Coré − foi recepcionada pelo Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen; pelo então Coordenador-Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear, Almirante de Esquadra Gilberto Max Roffé Hirschfeld; pelo Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção da Infraestrutura Industrial Naval de Itaguaí, Contra-Almirante Humberto Caldas da Silveira Junior, e oficiais envolvidos no projeto.

Durante a visita, a comitiva assistiu à palestra do Coordenador-Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear, Almirante de Esquadra Max, que apresentou aos representantes argentinos a complexidade e os desafios do programa, bem como o andamento das obras e prazos previstos para a sua prontificação.

A comitiva visitou também a Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas, o Estaleiro e Base Naval e o Departamento de Treinadores e Simuladores do Centro de Instrução e Adestramento Almirante Áttila Monteiro Aché.

(CCSM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *